Cresce o número de cursos a distância em JF

Por Erik Chaves

As novas tecnologias mudaram o cenário da comunicação mundial e a educação se  adaptou a essa mudança. À medida que as novas ferramentas de comunicação se popularizaram, o acesso à informação ficou mais simples e cada vez mais dinâmico. Hoje é possível fazer um curso superior sem sair de casa, assistindo aulas pela Internet, através dos chamados cursos a distância. Em Juiz de Fora, essa opção vem crescendo gradativamente.

A Educação a Distância está em processo de expansão, e a tendência é crescer ainda mais. Um dos motivos que aceleram o avanço desta modalidade de ensino é a apropriação das novas tecnologias e dos meios de comunicação, ferramentas essenciais para o desenvolvimento dos cursos. O coordenador geral do Centro de Educação a Distância da Universidade Federal de Juiz de Fora (Cead/UFJF), Flávio Iassuo Takakura, acredita que, dentre outros fatores, esse crescimento está atrelado ao processo de democratização do acesso ao ensino superior por parte das instituições públicas em geral e de algumas privadas.

Para ele, “a educação a distância contribui no desenvolvimento do interior e possui uma metodologia de ensino-aprendizagem que representa um atrativo para os jovens, que sempre estão ‘antenados’ com as novas tecnologias”, avalia. Através do uso das tecnologias na educação, é possível “falar” a linguagem dos jovens, o que torna prazerosa a interação entre mestres e alunos.

A aluna de pedagogia, Aline Rezende, mora em Bicas e faz o curso a distância da UFJF. Ela explica que a situação financeira da sua família não permite que ela more em Juiz de Fora para estudar. “Esse modelo de aprendizagem foi a opção mais viável, e eu já me acostumei com ele, pois posso estudar na horas em que eu tenho folga e voltar a unidades anteriores para tirar dúvidas sempre que achar necessário”, explicou.

 UFJF oferece 400 vagas em vestibular  para cursos a distância

A UFJF já lançou o edital do Concurso Vestibular para Cursos de Graduação a Distância 2011. Ao todo, são 400 vagas distribuídas em sete cidades de Minas Gerais. Serão 150  para o curso de Bacharelado em Administração Pública, nos pólos de apoio presencial de Bicas e Juiz de Fora. As outras 250 serão para o curso de Licenciatura em Pedagogia, distríbuidas entre Boa Esperança, Ilicínea, Ipanema, Mantena e Salinas.

Para participar, o interessado deve ter concluído o ensino médio até o final do período previsto para as inscrições. A seleção acontecerá por meio de duas provas presenciais e uma avaliação acadêmica e profissional. Para esta última, o candidato deverá entregar uma cópia dos documentos comprobatórios previstos no edital até o dia 16 de maio no pólo onde se inscreveu.

Inscrições

A inscrição deverá ser feita a partir das 9h do dia 27 de abril até as 15h do dia 16 de maio, pelo site www.vestibular.ufjf.br, através do preenchimento do formulário de inscrição e pagamento do boleto bancário no valor de R$50.

A realização das provas está prevista para o dia 29 de maio na cidade onde o candidato se inscrever.

Para acessar o Hotsite do Vestibular, clique aqui.

About these ads

Deixe um comentário

Arquivado em Cultura e Arte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s