Juizforanos na Copa Internacional 2009

Por Vanessa Vieira

Os grandes campeões da 12ª edição da Copa Internacional Sundown de Mountain Bike (MTB) foram Rubens Donizete, na categoria Super Elite masculino e Érika Gramscelli, na Elite feminina. A final da competição ocorreu nos dias 22 e 23 de agosto em Congonhas (MG) e representou um passo importante para os atletas brasileiros da modalidade.

O evento foi caracterizado por três etapas. As duas primeiras de circuitos fechados de cinco a seis quilômetros – denominados cross-country – e a última de maratona, com um percurso de aproximadamente 58 km. A competição combinou provas técnicas com de resistência, permitindo aos participantes somar pontos no ranking internacional para ter a chance de classificar o país para as Olimpíadas.

A ciclista Roberta Stopa

A ciclista Roberta Stopa

Foram mais de 1200 atletas inscritos para a competição, dentre eles 23 de Juiz de Fora. Mas o grande destaque da cidade é a ciclista Roberta Stopa (foto acima), 29 anos, que conquistou o 4º lugar na categoria Elite feminino e medalha de prata no geral. Segundo a atleta, sua preparação foi focada na última etapa, de maratona, no entanto sofreu um acidente no início de agosto que a fez interromper o treino por alguns dias e as conseqüentes dores a prejudicaram na partida em Congonhas. Apesar do contratempo, Roberta retornou ao treino com determinação e se prepara para o Campeonato Brasileiro e o Iron Bike.

O maior desafio encontrado pela juizforana é a obtenção de apoio. De acordo com ela, há 12 anos se dedica ao ciclismo e sempre precisou batalhar por patrocínio, pois o esporte exige investimentos em acessórios específicos para a bicicleta, alimentação, transporte e hospedagem. Ainda que grata aos atuais patrocinadores, Roberta considera o apoio da Prefeitura de Juiz de Fora fundamental para os atletas da modalidade, que têm grandes chances de trazer para a cidade títulos nacionais e até internacionais (Escute a opinião de Roberta Stopa sobre a importância do MTB para Juiz de Fora).

Protesto feminino

Durante a final em Congonhas todas as participantes da categoria Elite (foto) pedalaram com uma faixa preta no braço, simbolizando luto pela não

Elite feminina

Elite feminina

convocação do grupo feminino para o Mundial que acontecerá na Austrália em setembro. As atletas lamentaram seleção de apenas representantes masculinos na modalidade, já que estas possuem nível técnico e boa pontuação no Ranking Brasileiro de Mountain Bike.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Esporte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s