Tupi aposta na organização para disputar competições simultâneas

Por Henrique Fernandes

Um dos dilemas dos clubes de futebol profissional hoje em dia é o calendário e a preocupação em adequarem-se a ele. Se isto é algo que acontece com as grandes equipes, não está sendo diferente no Tupi este ano. Disputando o campeonato brasileiro e a Taça Minas Gerais, o alvinegro está sendo obrigado a ter um elenco mais numeroso e a ter mais cuidados com a preparação dos jogadores.

 

Um ponto importante é a questão do preparo físico. Desde o último mês, o preparador Luís Augusto tem feito treinamentos específicos na prevenção de lesões , e que visam também reduzir a ocorrência de lesões. Os jogadores mais experientes também recebem atenção especial, como o veterano atacante Ademílson, que desde o início da série D convive com uma lesão no tornozelo e que deve voltar aos campos no próximo dia 13.

 

 

Grande aposta do Galo para as competições vem de fora do campo: a torcida, considerada a maior da cidade

Grande aposta do Galo para as competições vem de fora do campo: a torcida, considerada a maior da cidade

Segundo o treinador Leonardo Condé, a chave para o time conseguir conciliar as duas competições é alternar os atletas: “Em algumas partidas, como foi na estreia contra a Funorte, poderemos usar os jogadores reservas.” diz. Além disso, Condé afirmou que o elenco do Tupi, embora não muito numeroso, tem atletas qualificados: “Todos estão preparados para jogar e eu confio muito no meu elenco. Não tenho dúvidas de que os que forem lançados darão conta do recado.”

 

Apesar das competições simultâneas, a tabela dará uma ajuda nas próximas semanas. Isso porque o Galo só volta a atuar pela série D no dia 13, e, com isso, só terá que se concentrar apenas na Taça Minas Gerais. O período é importante principalmente para o departamento médico do clube, que poderá recuperar Ademílson a tempo. Animado, o jogador crê que estará em condições de enfrentar o Macaé pela competição nacional: “Tenho me dedicado muito na recuperação. Espero poder ajudar o Tupi contra o Macaé, já que é uma partida muito importante para todos nós.” afirmou.

 

Um dos líderes do grupo, identificado com a torcida e com 57 partidas pelo Tupi no

Experiente, o atacante Ademílson é a esperança de gol do alvinegro

Experiente, o atacante Ademílson é a esperança de gol do alvinegro

currículo, “Adê”, como é carinhosamente chamado pelos torcedores, garante que o elenco do Galo é bom o bastante para ir bem nos dois campeonatos, mas admite que a disputa da série D é a prioridade: “Com toda certeza a prioridade da diretoria é voltar à Série C. Mas lógico que quando entrarmos em campo, não pensaremos em perder a Taça Minas. Vamos jogar com a mesma dedicação.”, disse o jogador, que já atuou por Botafogo e Fluminense.

 

A série D tem seu final previsto para o dia 15 de novembro. Já a Taça Minas Gerais estende-se até dezembro. Atualmente o elenco do Tupi conta com 30 jogadores, entre atletas de fora da cidade e jogadores formados nas categorias de base. O próximo jogo do alvinegro é contra o Valério, de Itabira, fora de casa.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Esporte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s