Alta no preço do açúcar afeta a economia brasileira

Por Monique Soares

A Fundação Getúlio Vargas (FGV) anunciou um aumento de 48,49% no preço do açúcar entre agosto de 2008 e agosto deste ano. O Brasil é o maior produtor mundial porém, sofre com a queda na safra do segundo maior produtor que é a Índia. O país passa por alterações climáticas que acarretam numa produção bastante reduzida. Para suprir esta falta e atender o mercado, o Brasil passou a exportar mais, resultando numa diminuição dos estoques do mercado interno. Com menos mercadorias em circulação no país, o açúcar subiu de preço.

A economista Terciane Sabadini explica como este aumento afeta os brasileiros. “Há vários setores do comércio que dependem do açúcar como padarias, postos de gasolina. O aumento atinge também aqueles que dependem dos produtos feitos a partir do açúcar, como por exemplo, as padarias. Com isso, os mais prejudicados são os consumidores”, declara.

Redução dos lucros na fabricação de doces

Redução dos lucros na fabricação de doces

Cristiane Machado é gerente de uma confeitaria (ver foto) e conta como o aumento prejudicou no lucro da sua loja. “Percebi que aumentou quase cem por cento, mas não posso aumentar o preço dos doces porque é algo passageiro, por isso meu lucro acaba sendo menor”, afirma. Ela também acrescenta que está tendo que comprar diretamente no mercado porque os fornecedores estão em falta com o produto.

Alta no preço do açúcar também reflete no preço do álcool

Alta no preço do açúcar também reflete no preço do álcool

Outros que também saíram prejudicados foram aqueles que dependem do álcool como combustível. Sebastião da Silva, gerente de um posto (ver foto) de combustível, falou que “com esta crise, a venda do álcool está menor do que gostaríamos, considerando que este combustível sai mais em conta que a gasolina, principalmente com a chegada dos carros bicombustíveis”.

O outro lado da história é a situação dos produtores. Segundo a economista, o governo não promove uma regulamentação dos gastos porque apesar dos consumidores estarem sendo prejudicados, o aumento do preço e da exportação estimula os produtores e promove a qualidade do produto. Clique aqui para ouvir a explicação.

Em Juiz de Fora, a média de preço de um saco de 5 kg custa R$6,00. Na cesta básica, o pacote com 3 Kg tem valor de R$1,35.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Economia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s