Um ‘Grito’ pela Moradia

Por Vanessa Vieira

Moradores reivindicam a urbanização e a regularização da situação de seus bairros

Moradores reivindicam a urbanização e a regularização da situação de seus bairros

A Semana da Pátria foi marcada pelo Grito dos Excluídos. No dia 10 de setembro, as Comunidades de Vila Barroso, Ponte Nova e Granjas Betânia se reuniram em frente à Câmara Municipal de Juiz de Fora para denunciar graves violações de direitos humanos. Os manifestantes criticaram o programa “Minha casa, minha vida”, implantado pelo Governo Federal e que, segundo o coordenador da Pastoral do Povo de Rua, Mateus Xavier, não beneficia aqueles que não têm possibilidade de comprovar renda mínima.

O Grito dos Excluídos é uma iniciativa composta por uma série de eventos e mobilizações que se realizam durante a Semana da Pátria. No dia sete de setembro o movimento serviu um café da manhã em frente às obras paralisadas do Restaurante Popular, na Rua Halfeld. Este ato foi uma maneira que os excluídos encontraram para gritar contra a fome. Na quarta-feira, dia nove, o grupo realizou um debate na Câmara Municipal contra a privatização dos Correios e da Petrobras.

Mateus Xavier, coordenador da Patoral do Povo de Rua

Mateus Xavier, coordenador da Patoral do Povo de Rua

O terceiro dia foi marcado por faixas e apitos. “O objetivo é chamar a atenção da Prefeitura, tanto do Executivo quanto do Legislativo, para a necessidade de se construir uma política municipal de moradia”, afirmou Mateus Xavier.

 

Os manifestantes reivindicaram a urbanização e regularização de quase 140 áreas ocupadas em Juiz de Fora.

Como o movimento tradicional no desfile de sete de setembro foi cancelado por medida preventiva contra a gripe A, o Comitê Central Popular organizou o Grito pela Moradia. Segundo Maiara Carvalho, integrante da Frente de Luta pela Moradia, inicialmente foi realizado um trabalho para conhecer a situação dos três bairros, para depois fazer uma reunião com as comunidades onde elas se conheceram e perceberam que estavam na mesma realidade. (ouça)

Deusuíta Pereira Emerenciano, moradora da Vila Barroso

Deusuíta Pereira Emerenciano, moradora da Vila Barroso

De acordo com a moradora do bairro Vila Barroso, Deusuíta Pereira Emerenciano, as famílias convivem diariamente com a falta de água, de rede de esgoto e energia elétrica. Os barracos são feitos de lona e frequentemente invadidos por ratos e baratas.

 

Após o movimento, os moradores se reuniram com vereadores no plenário da Câmara, onde os representantes da Prefeitura propuseram a criação da Frente Parlamentar Municipal em Defesa da Dignidade e Moradia. O objetivo é agilizar a marcação de uma audiência pública. “Essa manifestação em Juiz de Fora é mais do que legítima, uma cidade com mais de 600 mil habitantes não pode ter um déficit habitacional de 15 mil unidades”, afirmou o vereador Isauro Calais (PMN). (ouça)

 

O que é o Grito dos Excluídos

O Grito dos Excluídos surgiu após os anos 70, quando a globalização, as precárias relações de trabalho e a guerra por novos mercados geravam massas excluídas por todo o mundo, especialmente nos países periféricos.

Trata-se de uma manifestação popular carregada de simbolismo, sempre aberto a grupos, entidades, igrejas e movimentos sociais comprometidos com as causas dos excluídos.

O dia sete de setembro foi escolhido em 1995. A idéia era aproveitar o Dia da Independência para refletir sobre a soberania nacional. Ao invés de um patriotismo passivo, que se limita a assistir o desfile de armas, soldados e escolares, o Grito propõe um patriotismo ativo, disposto a revelar os problemas do país e debater seu destino. Trata-se de um momento oportuno para o exercício da verdadeira cidadania.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Política

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s