Jardim Botânico da UFJF será utilizado para visitação e para pesquisas

Paulo Lopes e Vítor Campanha

“A UFJF se torna a responsável pela maior mata urbana do mundo.” O banner afixado nas dependências do prédio que abriga a reitoria da Universidade Federal

O deputado Júlio Delgado disponibilizou 3,5 milhões de reais em verbas

O deputado Júlio Delgado disponibilizou 3,5 milhões de reais em verbas

de Juiz de Fora avisa sobre o novo projeto da instituição: a criação do Jardim Botânico da UFJF. Com recursos obtidos através de emendas parlamentares (confira aqui a quantia que cada deputado disponibilizou), a universidade adquiriu o Sítio Malícia, que compõe a Mata do Krambeck.

A floresta – 347 hectares de mata atlântica – é composta por três áreas: Retiro Velho, Retiro Novo e o Sítio Malícia. Nos anos de 92 e 93, leis estaduais converteram a mata em Área de Proteção Ambiental (APA), com exceção, porém, da área correspondente ao Sítio Malícia, que estava sob domínio particular.  A intenção dos donos, na época, era construir um condomínio no local. Segundo o deputado federal Júlio Delgado, um dos principais articuladores políticos do projeto do Jardim Botânico, tudo se encaminhava para o início das obras do condomínio em 2007. “Já tinha passado no conselho municipal e sido aprovado em outros órgãos também do município e no ministério público ambiental”, afirma o deputado que,  em conversa com o Reitor da UFJF,  Henrique Duque, propôs que a universidade adquirisse o espaço, transformando-o em uma área pública de preservação e pesquisa científica.

Na mesma época, houve uma Audiência Pública convocada pelo vereador José Sotter Figueirôa para discutir a situação do Sítio Malícia, já contando com a mobilização dos setores da sociedade ligados a organismos ambientais. A audiência contou com a presença do deputado Fernando Gabeira, que aproveitou a ocasião para conhecer a área e o projeto do condomínio juntamente com o deputado Júlio Delgado. Foi então que foi feita a proposta e os proprietários se mostraram abertos às negociações.

Ainda de acordo com o deputado Júlio Delgado, o fato da universidade ser um ente federativo ligado a União facilitaria o trânsito de recursos para a criação do Jardim Botânico. Dessa forma, nove deputados disponibilizaram verbas para a aquisição do Sítio Malícia, num total de 5,3 milhões de reais. No dia 3 de agosto deste ano a UFJF anunciou a compra do Sítio Malícia.area

Benefícios
De acordo com a ONG Botanic Gardens Conservation International (BGCI), “jardim botânico é uma instituição que agrupa coleções documentadas de plantas vivas para fins de pesquisa, conservação, exposição e instrução científica”. E são justamente esses quatro itens as principais contribuições do novo Jardim Botânico para Juiz de Fora e ainda para os acadêmicos, de acordo com professores do Instituto de Ciências Biológicas (ICB).

Para a professora do departamento de botânica do ICB, Fátima Salimena, a comunidade ganhará em conhecimento e conscientização. “O importante para as pessoas é que elas recebam informações sobre conservação e preservação da natureza. E para aqueles que se interessarem pelo assunto, vão ser expostos centenas de espécies de plantas, inclusive raras e ameaçadas de extinção”, explica Fátima.

O colega de departamento de Fátima, professor Danilo Pimenta, cita mais alguns benefícios que o Jardim Botânico trará para a sociedade, que são: melhor qualidade de vida, ponto turístico para a cidade, área de lazer, fornecimento de mudas de plantas nativas e ainda auxílio na recuperação do Rio Paraibuna.

Os 850 mil metros quadrados de mata atlântica serão utilizados para pesquisas acadêmicas

Os 850 mil metros quadrados de mata atlântica serão utilizados para pesquisas acadêmicas

Para a área acadêmica, os ganhos serão inestimáveis. Isto nas palavras da Pró-reitora de Pesquisa da UFJF, Marta D’Agosto. “A compra do Sítio abrirá um enorme campo de pesquisa não só para os cursos de ciências biológicas, mas para a educação, o serviço social, a engenharia, a economia, o turismo e a história. A Universidade ganha um laboratório vivo”, declara Marta.

Fátima Salimena lembra que os estudantes serão os maiores beneficiados, principalmente aqueles que fazem graduação ou pós-graduação envolvida com trabalho de campo e atividades reais em meio à natureza. “Os alunos poderão contar com um campo real de estudo, ampliando assim sua grade curricular”, completa.

Alunos e professores terão muito trabalho nos 845 mil metros quadrado do futuro Jardim Botânico. Isso porque, até o momento, não foi realizada nenhuma pesquisa no Sítio Malícia, por se tratar de uma área particular. Agora, os pesquisadores farão levantamento florístico, busca e coleta de espécies presentes, época de floração e investigação sobre a história da região.

O jardim botânico, que contará também com laboratórios e salas, estará pronto para a visitação do público no primeiro semestre de 2010. Os estudos na área estão previstos para começar no mesmo período.

Veja mais sobre a Mata do Krambeck no Yahoo! Vídeo

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Especiais

Uma resposta para “Jardim Botânico da UFJF será utilizado para visitação e para pesquisas

  1. Iluska Coutinho

    Contextualização adequada do tema, abordando o histórico de toda a mata do Krambeck até a compra do Sítio Malícia pela UFJF para a criação de um Jardim Botânico. Os repórteres descrevem, também, os benefícios para compra da área, tanto para a população quanto para a pesquisa a ser desenvolvida no local. Todavia, o texto mais se aproximou ao de um relatório, e não foi feita nenhuma sonora para a matéria. Conversou-se, apenas, com os beneficiados pela compra, mas não com os envolvidos no processo. Nada foi perguntado às pessoas envolvidas diretamente na aquisição do Sítio Malícia, como o reitor da UFJF, Henrique Duque, por exemplo. Tampouco perguntou-se a opinião das pessoas da comunidade juizforana. A apuração foi rasteira, e ficou presa às notícias já anteriormente divulgadas na mídia. Os repórteres não foram além, desdobrando a informação e buscando outras informações que a complementassem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s