Juiz de Fora se prepara para eventos esportivos de grande porte no Brasil

O anúncio do Brasil como sede da Copa do mundo e das Olimpíadas já começa a refletir na cidade

Por Giselle Clara

copa-2014A Copa do Mundo e as Olimpíadas. Os dois maiores eventos esportivos mundiais serão realizados no Brasil, respectivamente nos anos de 2014 e 2016. Com menos de cinco anos de distância, diversas cidades se preparam para receber atletas e delegações de diversos países.

Em Juiz de Fora, essa preparação já começou. Existe um projeto para lançar a cidade como sub-sede da Copa, e assim hospedar uma seleção que fará seus treinamentos aqui durante toda a competição. Para isso, a Faculdade de Educação Física (Faefid) da UFJF seria o principal centro de treinamento. A  estrutura esportiva da faculdade, que está sendo reformada, pode atender aos atletas.

edna_faefid2

Edna Martin, diretora da Faefid UFJF

“Nós teremos um campo, com todas as condições, no mesmo nível do Maracanã, um laboratório de biologia, piscina coberta, enfim, nós temos uma área esportiva na Faculdade de Educação Física, que teria condições de abrigar uma seleção em fase de adaptação no Brasil”, afirma a Diretora da Faefid.

rio 2016

Imagem produzida para a divulgacao da cidade do Rio de Janeiro para sede dos Jogos Olimpicos

Legados para o Brasil

Além da presença de atletas na cidade, a escolha do país para sediar eventos tão importantes pode aumentar o sentimento de nacionalismo melhorando a cultura esportiva na cidade. “Pela proximidade com o Rio de Janeiro a cidade pode se preparar para os jogos olímpicos. Isso traz uma movimentação desportiva, social e econômica para a cidade que ela jamais viu. Nós temos que nos preparar pra aproveitar esse momento.” É isso que acredita o treinador do time profissional de vôlei da UFJF, Maurício Bara. (ouça o que ele disse)

mauricio Bara

"Atletas de todos os lugares vêm pra cidade. Assim será mais fácil observar novos talentos." Acredita Maurício Bara

E o pensamento para a realização destes eventos não gira em torno somente das competições. O estudante João Henrique Guimarães aposta na evolução da infraestrutura do país após sua escolha para sede destes eventos. A construção de vias de acesso, estádios, novas escolas e centros de treinamento são os principais legados deixados pelos eventos.

João Henrique Guimarães

Para João Henrique a infraestrutura será, para o Brasil, o maior legado depois dos jogos.

 “É um investimento maciço na economia nacional. Isso traz um retorno em todas as capitais. Não somente nas capitais, mas também em cidades próximas, que é o caso de Juiz de Fora, que possivelmente pode receber investimento pra ser uma sub-sede da Copa do Mundo ou receber algum esporte olímpico. Foi uma conquista muito grande para o nosso país”.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Esporte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s