Lei Murilo Mendes incentiva cultura em Juiz de Fora

Um milhão de reais. Esse é o valor total que a Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage, a Funalfa, pode distribuir para os projetos aprovados na Lei Murilo Mendes. Este ano, dos 340 inscritos, 63 foram contemplados e podem chegar a receber, no máximo, 25 mil reais cada um.

A Lei Murilo Mendes existe há 15 anos e foi criada pelo então vereador Vanderlei Tomaz. Para participar, os artistas precisam ser naturais de Juiz de Fora ou residirem na cidade há, pelo menos, três anos, com moradia comprovada, como explica a funcionária do Departamento de Cultura da Funalfa, Adriana Abrantes. Normalmente, as inscrições começam a ser feitas no primeiro semestre do ano e qualquer iniciativa de caráter artístico pode concorrer ao benefício.

Os consultores avaliam os projetos em três etapas: duas valendo vinte pontos e a última valendo sessenta. Aqueles que conseguirem um total de 80 pontos ou mais são encaminhados para a Comissão Municipal de Incentivo a Cultura, a Comic. Lá, os projetos são avaliados novamente e escolhidos oficialmente para receberem ou não o incentivo.

Para Adriana Abrantes, a cidade só tem a ganhar com a Lei Murilo Mendes. “Ela permite ao produtor realizar seus projetos culturais, colocá-lo em prática. Através do recurso que a Prefeitura de Juiz de Fora disponibiliza, as atividades aprovadas já podem ser iniciadas de imediato”, diz a funcionária.

O Afro-Lata, que já atua há cinco anos na cidade, foi um dos contemplados do último edital, com 90% de aprovação. O coordenador e diretor do grupo, Daniel Campos, comenta que ganhar esse incentivo era uma vontade antiga e que agora pretendem levar as apresentações do Afro-Lata para escolas públicas, praças e bairros, oferecendo acesso mais amplo à cultura.

afro lata

O grupo Afro-Lata recebeu apoio da Lei Murilo Mendes

Este ano, 47 projetos aprovados estão classificados na modalidade padrão, com financiamento de até 25 mil reais, e 16 são considerados de baixo custo, com orçamento inferior a quatro mil reais. A verba será liberada em três parcelas e os beneficiados têm prazo de oito meses para executar os projetos, a partir do recebimento do último pagamento. Outras informações no site da Funalfa: http://www.funalfa.pjf.mg.gov.br

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cultura e Arte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s