Agências de viagem comemoram o aquecimento nas vendas de fim de ano

Por Anelise Polastri Ribeiro

Após o susto com a crise mundial e com o surto de gripe suína, agências de viagens são aquecidas com a grande procura dos brasileiros. Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil do Brasil (Anac), em 2008, foi registrado um aumento de 10,01% no número de passageiros embarcados no Brasil para qualquer destino, com relação a 2007. A expectativa é de que esta estatística se eleve ainda mais este ano.   Imagens Anelise 001

A gerente de uma filial da CVC Turismos em Juiz de Fora, Mônica Campos, relata um expressivo aquecimento na procura de viagens para o final de ano. Segundo ela, a empresa encontrou na crise uma oportunidade por meio de várias promoções e facilidades de pagamento, foi possível enfrentar os prejuízos. As vendas para dentro do Brasil dispararam. “A cada semana fazemos uma promoção diferente, além de dividir o valor do pacote em até dez parcelas. São muitos os incentivos que estamos fazendo para as pessoas viajarem e, consequentemente, a procura tem sido a cada dia maior, principalmente a partir do segundo semestre”. Com as promoções, a demanda por viagens para o exterior também tem aumentado. Segundo a gerente, confirmar vôos está sendo complicado, pois estão muito cheios. “Está sendo necessário que abrir vôos extras, para suprir a procura”, comenta.

Segundo o Anuário Estatístico do Transporte Aéreo, disponibilizado pela Anac, os países que receberam a maior quantidade de passageiros de vôos com origem no Brasil, em 2008, foram Estados Unidos (1,30 milhão de passageiros), Argentina (1,19 milhão), Portugal (610,9 mil), França (554,5 mil), Chile (391,3 mil), Espanha (348,3 mil) e Alemanha (287,7 mil).

Para a agência de aviação, a liberdade tarifária adotada para voos do Brasil para a América do Sul, concluída em 2008, deveria beneficiar consideravelmente a procura por esse destino. No entanto, Mônica revela que a isenção tarifária, não foi efetivamente sentida pelo consumidor, a não ser por meio de promoções esporádicas. De acordo com as normas da liberdade tarifária, cada companhia aérea pode, ou não, oferecer descontos, de acordo com suas estratégias comerciais.

De acordo com a Anac, teve início em abril de 2009 a liberdade gradual de tarifas para todos os voos com origem no Brasil. A previsão é de que no período de um ano, não haja mais limites de descontos para as companhias.

Por coincidir com o início das férias escolares, o fim do ano é, também, uma ótima opção para quem deseja uma experiência no exterior. Os intercâmbios de curta duração costumam encher os olhos de quem quer aprender uma língua estrangeira, trabalhar e ainda ter tempo livre para curtir todas as novidades que o país tem a oferecer.

De malas prontas- José Roberto se anima com a viagem para os EUA

De malas prontas- José Roberto se prepara para a viagem aos EUA

O estudante de Comunicação José Roberto Castro e Silva está empolgado com a partida para os EUA no final de novembro. Ele irá trabalhar durante quatro meses em um hotel que oferece esquiagem. “Meu principal objetivo é melhorar meu inglês. Além disso, quero ganhar dinheiro, assistir ao show do Bob Dylan, um jogo da NBA e fazer outras coisas que não temos podemos fazer no Brasil”. O estudante explica que acabou sendo beneficiado com a crise.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Economia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s