Cineclube exibe tesouros do cinema alemão no CCBM

Por Gláucia Almeida

O Cineclube Gutes Kino nasceu em abril de 2009 com o intuito de reproduzir exclusivamente filmes alemães. O motivo está no fato de seus criadores, Sandro Santiago e Carolina Brandão, serem admiradores e colecionadores do cinema alemão. Inicialmente, as sessões do cineclube eram no Anfiteatro João Carriço e contavam com apoio da Funalfa. Foi apenas em junho que mudou-se para a videoteca do Centro Cultural Bernardo Mascarenhas.

A paixão de Sandro pelo cinema não nasceu recentemente. “A minha relação com o cineclubismo é antiga, sempre prezei por este espaço onde podemos trocar idéias com outras pessoas”. Ele foi um dos fundadores do Luzes da Cidade – Grupo de Cinéfilos e Produtores Culturais de Juiz de Fora – e realizou junto com o grupo uma série de mostras temáticas na cidade até 1998, quando se afastou para cursar filosofia na UFJF. “Depois disso, em 2001, eu fundei o ‘Núcleo de Cinema – Juiz de Fora Cidade Aberta’ e durante quatro anos eu e mais doze pessoas assistíamos filmes toda semana”.

Para o cinéfilo, o cineclube é uma oportunidade de se contrapor a alguns vícios da vida moderna. “Hoje as pessoas vivem isoladas, porque quase não há mais ambientes como esse onde podemos nos encontrar e discutir ideias. Pra mim, a essência de um cineclube é isso, assistir um filme e poder trocar as diferentes interpretações que tivemos daquela obra”. A conversa que acontece após exibição do filme tem o propósito de fazer as pessoas se abrirem para um tipo de cinema que não é o clássico, o hollywoodiano. “Pra mim o debate é fundamental, pois são pelas discussões que vemos a dificuldade de interpretação dessa linguagem diferente que a maioria das pessoas não está acostumada”.

minhas fotos02 009

Tamires e seus amigos na videoteca do CCBM

De acordo com o filósofo, os frequentadores do cineclube não têm um perfil definido. “O público é muito variado, vêm jovens, idosos e tem até uma norte-americana que mora na cidade que sempre comparece às sessões”. A estudante Tamires dos Santos de 21 anos, que esteve no cineclube para assistir o filme Edukators no último dia 04 com um grupo de amigos, conta que começou a frequentar o local por se interessar pelos costumes germânicos. “Eu venho pra ter mais acesso aos filmes alemães, à cultura em geral e por causa da lingua”.

Programação

O Cineclube Gutes Kino exibe filmes toda quarta-feira às 20h30 na videoteca do CCBM. A entrada custa R$1 e na programação deste mês estão os filmes “Os Anões também Nascem Pequenos” de Werner Herzog no dia 11, “Mefisto” de Istvan Szabó no dia 18 e “O Gabinete do Dr. Caligari de Robert Wiene no dia 25 de novembro.

Nova imagem

Cena do filme Edukators

No dia quatro de novembro foi exibido o filme Edukators de Hans Weingartner, que conta a história de jovens que invadem mansões para desarrumar os móveis e deixar mensagens contra o capitalismo. “É um filme muito interessante que mostra jovens conscientes que protestam contra a sociedade de consumo. Nesse filme os jovens são idealistas ao invés de idealizados como no cinema norte-americano clássico”, explica Sandro.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cultura e Arte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s