O uso de salto alto pode prejudicar a saúde da mulher

por Fernanda Rocha

      

foto materia 014

Saltos altos alteram a postura, o andar e comprometem a saúde dos pés

Os saltos altos aumentam a estatura e dão um toque de magnitude à produção na hora de sair de casa. Porém, nem sempre representam elegância, pois além de serem muitas vezes desconfortáveis, podem trazer diversos problemas à saúde das mulheres. Podem causar celulite, por conta da má circulação sanguínea e levar a sérios problemas posturais.

       Esse acessório que é uma febre entre as mulheres foi motivo para um estudo realizado recentemente na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) pela fisioterapeuta Patrícia Angélica de Oliveira Pezzan. Ela analisou a influência dos calçados de salto alto, do tipo anabella, na postura e na marcha de jovens entre 13 e 20 anos de idade. Os resultados mostraram que o uso do salto alto influencia de forma negativa tanto a postura da coluna lombar, pelve e membros inferiores, quanto a marcha das meninas em fase de crescimento. Adolescentes que usam com frequência calçados de salto alto podem sofrer comprometimento do alinhamento postural e da biomecânica normal da marcha.

foto materia 007

“Mesmo sabendo dos problemas, prefiro o salto alto”, diz Michelini da Mata

Os saltos também podem causar deformações, calosidade e dores crônicas, pois aumentam ainda a possibilidade de quedas e fraturas nos pés e tornozelos, além de provocar dores na região lombar da coluna. E quando o salto vem associado ao bico fino, surgem os famosos joanetes. Michelini da Mata fica literalmente nas alturas, pois costuma apostar em saltos altíssimos que chegam aos 15 centímetros para sair a noite. No entanto, afirma que tem problemas quanto à esse hábito. Ela inclusive já quebrou o salto e torceu o pé e, apesar de não gostar, busca usar calçados baixos em suas atividades diárias para minimizar os problemas.

       O uso contínuo do salto alto faz com que a usuária descarregue o peso do corpo na porção lateral dos pés, provocando uma torção no calcanhar, que o inclina para fora. Por isso, essas pessoas gastam mais o sapato do lado de fora. Mayana Rocha, vendedora, está acostumada a usar saltos altos para trabalhar todos os dias há pelo menos quatro anos. Mesmo tendo adquirido um andar com os pés mais virados para dentro, diz que não consegue ficar sem usar saltos. “Meu pé sempre dói quando uso sapatilhas ou rasteirinhas”, comenta.

       A eficiência dos músculos das panturrilhas também é reduzida com o uso dos saltos. Com isso, a circulação do sangue nas pernas fica prejudicada. Resultado: a formação de micro-varizes e das tão odiadas celulites.

Para o dia-a-dia, que tal descer do salto?

       José Roberto Maranhas, ortopedista do Centro Médico Rio Branco, diz que o salto compromete a saúde das mulheres. Em regra geral, se recomenda racionalizar o uso do salto, usando o menor tempo possível. Uma dica é usar apenas para sair à noite. Os calçados devem ter um salto que não ultrapasse 4,5 centímetros e um formato mais arredondado de forma que acompanhe a linha anatômica do pé.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s