Festival Municipal de Dança e Educação movimenta fim de semana na cidade

Femde dá oportunidade aos alunos de escolas municipais de Juiz de Fora de se apresentarem no Cine-Theatro Central

Por Cíntia Guimarães

Há 11 anos acontece em Juiz de Fora o Festival Municipal de Dança e Educação (Femde). O festival surgiu da iniciativa de algumas professoras de escolas municipais que queriam incentivar a cultura e conseguir manter projetos já existentes em seus colégios. Desde então, o festival reúne pais, alunos e participantes de projetos de dança da prefeitura, em um fim de semana de novembro no Cine-Theatro Central.

Segundo Iriê Salomão Júnior, supervisor de eventos de lazer da Secretaria de Esporte e Lazer da Prefeitura, todos os anos o projeto reúne cerca de 30 escolas e alguns projetos da prefeitura nas apresentações. Esse ano foram 25 escolas e três projetos de dança da PJF.  Mais de 1500 alunos se revezaram no palco do Cine-Theatro Central para quatro apresentações, duas no sábado e duas no domingo.

Apresentação de frevo (Foto divulgação)

Ainda segundo Iriê, mesmo com a realização da Parada Gay na cidade, nos mesmos dias do evento, a expectativa de público foi superada. “Tivemos que abrir os três andares do Central” afirma. Iriê destaca ainda o respeito dos alunos e convidados para com o Theatro. Mesmo sendo crianças e terem ficados maravilhados, eles foram respeitosos ao assistir às apresentações. “Foi realmente uma apresentação de dança e educação”.

A intenção do Femde é promover espetáculos para divulgar e estimular projetos municipais de dança e educação em Juiz de Fora. Por esse motivo, Iriê explica que não existe premiação para as escolas participantes. “O prêmio é a apresentação em público. Dar oportunidade para essas pessoas, que talvez nunca entrariam no Cine-Theatro, de conhecer e se apresentar lá”. Iriê afirma que muitos presentes nunca tinham ido ao Central.

Do clássico ao contemporâneo: destaque do Femde 2009 (foto divulgação)

Para o supervisor de eventos o destaque desse ano foi a diversidade de ritmos. “Em anos anteriores alguns ritmos eram repetidos, esse ano não. Tinha desde o ballet clássico, passando por MPB, até hip hop. Isso é bom porque o aluno acaba aprendendo com os diversos ritmos” conta.

Como participar

Só participam do Femde escolas municipais ou projetos de dança da prefeitura. Normalmente é feita uma convocação das escolas, através de e-mail, para uma reunião. Em seguida é aberto o período de inscrições. As escolas e projetos interessados fazem a inscrição para o evento, sendo que o limite máximo de inscrições é de 45 escolas e projetos.

Segundo Iriê é preciso colocar limite no número de inscrições por causa da quantidade de apresentações. Porém, passado o número de inscritos é feita uma lista de espera para as escolas que queiram participar.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cultura e Arte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s