Modelito tradicional pode prejudicar o corpo da mulher

A calça que ressalta a barriguinha sarada também pode agir no sentido oposto, e deformar a cintura da mulher

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

         Durante muitos anos, a calça de cós baixo ou, até mesmo, baixíssimo foi o padrão entre as mulheres. Na época, não se podia pensar em usar uma calça alta sem ser taxada de cafona. Porém, o tempo foi passando e, hoje, a maioria das mulheres tem se sentido prejudicada pelo uso prolongado desses modelos. Principalmente as que eram adolescentes na época. As deformidades causadas pelo modelito que aperta os quadris se acentuam nas mais jovens, pois a roupa inibe uma região em desenvolvimento.

            A calça de cintura baixa, que aperta a região dos quadris, favorece o acúmulo de gorduras localizadas na região da barriga e o surgimento de culotes. A esteticista Rita Rebelatto explica que as roupas apertadas, em geral, atrapalham a circulação do sangue, causando, além das deformidades na cintura, problemas de pele e escurecimento na região da virilha. É preciso tomar cuidado também com os sutiãs muito apertados. Eles podem deformar os ombros ou a circunferência das costas.

            O tratamento para essas deformidades não é simples e pode ser bastante caro. O cirurgião plástico Marilho Tadeu Dornelas conta que um número alto de mulheres vai até a sua clínica procurando uma solução para esse problema. O primeiro passo é um tratamento com gel redutor de gordura. Ele atua para descomprimir a região da depressão. Caso o gel não funcione, a única solução é a cirurgia plástica. A gordura é retirada da região do abdômen, flanco ou joelho e é injetada na área afetada. O preço de um procedimento como esse varia entre R$ 2 mil e R$ 3mil.

            Já é consenso que a calça de cós alto modela cintura e alarga os quadris. Rita Rebelatto lembra da época em que ela e as irmãs utilizavam um barbante na cintura para afinar a silhueta. A aposentada Enedina Meireles conta que, na sua juventude, as mulheres usavam saias altas, com o cós bem apertado, pra manter a cintura cada vez mais fina.

            Para o desagrado de algumas e a felicidade de outras, a moda cintura baixa não predomina mais. Hoje o mercado é bem diversificado e as calças, por muito tempo chamadas de “santropeito”, já são bem aceitas pelas mulheres e tidas, inclusive, como um sinal de sofisticação.  

A mesma modelo usando roupas tão diferentes. Com tendências que vão e voltam, é melhor se preocupar em ficar confortável

            A professora Fernanda Raposo, 40, passou por todas essas tendências e acredita que a moda de hoje favorece mais o seu corpo. Para ela, as cinturas muito altas ressaltavam a barriga, e alguns truques deveriam ser usados, como as cores escuras, por exemplo. Porém, a moda cintura baixa a desagradou bastante. Ela nota mudanças significativas no formato do seu corpo devido ao período que aderiu a essa moda.

           Mas há modelos para todos os tipos de pessoas. As mulheres quem têm o corpo em formato de triângulo invertido devem, sim, optar por coses um pouco mais baixos, para destacar o quadril, mas as peças não devem ser apertadas. Já as que têm o corpo em formato retângulo devem preferir os coses altos, que delimitam a cintura e dão curvas à silhueta.

         Os estilistas, esteticistas e médicos sempre repetem a regra: adequar a roupa ao seu tipo físico e sentir-se sempre confortável. As roupas apertadas demais tendem a parecer vulgar, atrapalham a circulação do sangue e deformam o corpo.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s