Bike Tecnológica

Modelo da Factor 001

por Laís Souza

A tecnologia da Fórmula 1 está cada vez mais perto da nossa realidade cotidiana. Os engenheiros da Bf1 Systems, empresa que projeta e executa a parte eletrônica e de chassis da F1, já usam a tecnologia dos carros de corrida em… bicicletas.

Você deve estar pensando: como assim? É uma bicicleta feita fora dos padrões da UCI (União Internacional dos Ciclistas), o órgão gestor do esporte. Chamada de Factor 001, ela possui aparatos nunca vistos em bicicletas e tem tudo para ser a mais avançada tecnologicamente do mundo.

De convencional, ela só tem o formato. Tanta tecnologia poderia sugerir alguma coisa com muitos fios, cabos de controle e baterias aparentes. Mas os componentes avançados estão todos integrados ao corpo da bike, fazendo com que ela se assemelhe às bicicletas tradicionais.

O que existe de diferente então? A Factor 001 integra diversos dispositivos eletrônicos para fornecer ao ciclista as principais informações necessárias, como temperatura da pele, pressão atmosférica, umidade do ambiente e frequência cardíaca..

Menderson Porto, professor de educação física, explica que aferir a freqüência cardíaca é muito importante durante o exercício físico: “Você tem que controlar o número de batimentos cardíacos para ver se o sangue não está sendo bombeado muito rápido e exercendo muita pressão nas veias. Se esse for o caso, há risco de infarto e outros derrames. Um equipamento que forneça esse dado é, sim, importante.”

Mas mostrar qual é a frequência cardíaca não é novidade em aparelhos esportivos. E quanto à temperatura da pele, pressão atmosférica e umidade do ambiente? “De uma maneira geral não tem tanta influência no exercício. Mas para esportes de alto rendimento, como o ciclismo, talvez essa variáveis ajudem a melhorar o desempenho. Teoricamente, isso é mais para laboratório mesmo”, explica o professor de educação física, Cristiano Carlos.

O guidão da Factor 001 possui uma tela touchscreen por onde se pode monitorar os dispositivos eletrônicos

E o sistema faz o que, antes, só era possível em laboratório: correlaciona os dados biométricos do passeio, os dados físicos da bicicleta e os dados meteorológicos e ainda faz uma análise em tempo real. Todas as informações são gravadas por um computador “de bordo” e podem ser usadas em seguida para estudos e comparações.

Mas ainda há o que acrescentar. A bike “superpoderosa” também tem um sistema de GPS integrado, que rastreia a posição geográfica do usuário e o ajuda a chegar ao local desejado. Tudo isso é visualizado em uma tela touchscreen montada no guidão.

A bicicleta é quase toda feita de fibra de carbono. Por causa disso, ela é mais leve (pesa apenas sete quilos), mais rígida e durável do que as bikes convencionais, que geralmente são feitas de aço ou alumínio. Os freios são de cerâmica e acionados hidraulicamente, deixando as frenagens mais precisas.

Como se todos esses “luxos” não bastassem, a Bf1 systems vai fabricar a bicicleta sob medida para o comprador, utilizando as preferências deste até no design. A empresa alega que cada atleta é diferente do outro e por isso vai disponibilizar, inclusive, a possibilidade de gravar o nome do comprador no guidão.

Todas as tecnologias e os diferenciais da nova bicicleta, associados ao peso do nome Fórmula 1, deu à bike um valor altíssimo de custo: 34 mil dólares. Cristiano se assustou com o preço: “Mesmo sendo da área esportiva, por esse preço, preferiria um carro”. Para Menderson, o produto não é viável para a realidade brasileira.

A bicicleta vai começar a ser comercializada em abril deste ano, mas apenas para um número seleto de compradores.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Ciência & Tecnologia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s