Democratização das práticas esportivas: Projeto 2º Tempo é ampliado

Por Luana Lazarini

Uma nova fase do Projeto 2º Tempo foi lançada na semana passada, 19 de março, pelo Ministério do Esporte e Secretaria de Esporte e Lazer de Juiz de Fora. Ao todo, 40 núcleos serão criados, atendendo 120 crianças em cada um deles. Na cidade o 2º Tempo já possui núcleos coordenados pelo Instituto Cidade. Em abril, o Instituto também vai lançar mais 30 núcleos, chegando a um total de 60, sendo 26 deles em Juiz de Fora e 34 em outras cidades da Zona da Mata.

Essa ampliação não acontece só na região, mas em todo o país. O número de alunos atendidos pelo projeto continua o mesmo. A diferença é que, antes, eram 200 crianças por núcleo, agora vão ser 100. A finalidade da ampliação dos núcleos é melhorar a qualidade das atividades oferecidas. Para essa ampliação, profissionais foram capacitados e serão contratados para integrar a equipe multidisciplinar do programa.

O 2º Tempo é uma das maiores apostas do governo, principalmente pelo fato do Brasil ter conquistado o direito de ser sede da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016.

O 2º Tempo

Considerado o maior projeto educacional de esporte do governo, o 2º Tempo foi criado pelo Ministério do Esporte em 2003. Tem como objetivos democratizar o acesso à prática esportiva e colaborar para a inclusão social.

O projeto oferece aos alunos atividade física, três vezes por semana, em três modalidades diferentes, sendo duas coletivas e uma individual. O programa também oferece atividades complementares, como reforço escolar, programação cultural e orientação em questões de saúde. O governo arca com os custos dos salários dos profissionais envolvidos no projeto, dos materiais esportivos, e dos uniformes e lanches fornecidos aos alunos.

O programa tem como público-alvo crianças e adolescentes, entre 7 e 17 anos, com baixa condição social e que freqüentem a escola, critérios utilizados para a seleção dos alunos.

Em Porto Firme, cidade da Zona da Mata, crianças fazem parte de um dos núcleos 2º Tempo


Em Juiz de Fora

O 2º Tempo foi trago pelo Instituto Cidade em convênio com o Ministério do Esporte em 2006. A ONG coordena e gerencia o projeto. Até 2007, o 2º Tempo atendia duas mil crianças. Atualmente, seis mil alunos são atendidos em Juiz de Fora e na região da Zona da Mata.

De acordo com o coordenador geral do projeto, Jefferson Monteiro, os resultados obtidos desde 2006 são satisfatórios. “Recebemos frequentemente depoimentos dos pais dos alunos. Com o projeto as crianças saem da ociosidade, saem da violência. Muitos eram aliciados para o tráfico e com o 2º Tempo isso diminuiu”. Além disso, alguns alunos foram convidados para integrar outras equipes esportivas da cidade, como a do Granbery e da Academia de Comércio.

O Instituto cidade oferece, ao todo, vagas para seis mil crianças no projeto

Mas muitos desafios ainda precisam ser alcançados. De acordo com Jefferson ainda há muito a se fazer. “Em alguns bairros não existe infra-estrutura adequada para o funcionamento do projeto. Além disso, falta um pouco de conscientização da comunidade e dos alunos em entender que o 2º Tempo é um programa social”. Entretanto, Jefferson afirma que os resultados positivos do projeto superam qualquer obstáculo.

A procura de interessados em fazer parte do 2º Tempo é grande. Para participar é preciso fazer a inscrição no projeto. Em cada comunidade cem alunos são selecionados. Os demais aguardam em uma lista de espera.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Esporte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s