Preços dos serviços de água e luz serão reajustados esse mês

A conta de água vai ficar mais cara esse mês

Duas novidades chegam para o juizforano junto com as contas de água e luz, nos próximos meses. A primeira é a redução nas tarifas de energia elétrica, que também vale para todo o estado de Minas Gerais, e a segunda é o aumento do preço relativo ao serviço de abastecimento de água na cidade.

A Agencia Nacional de Energia Elétrica, a Aneel, aprovou na última terça-feira, o reajuste negativo de  0,05% para mais de 3,2 milhões de consumidores residenciais e de 5,18% para os 2,4 milhões de usuários classificados como residenciais de baixa renda. A mudança, que entra em vigor hoje, só vai ser percebida pelo consumidor nas contas do próximo mês.

O reajuste foi baseado na baixa do preço do dólar, que é a moeda de cotação na compra de energia produzida pela usina hidrelétrica de Itaipu. Nos últimos 12 meses, o dólar passou de R$2,25 para R$1,78.  A variação de 1,9% do Índice Geral dos Preços do Mercado, o IGP-M, nos últimos 12 meses, também contribuiu para essa redução. Para os consumidores de energia elétrica não-residenciais, como indústrias, comércio e serviços, o reajuste médio será de +6,16%.

Em relação à conta de água, o consumidor pode ficar mais tranquilo do que no ano passado, quando o reajuste foi de +16,3%. Em 2010, o aumento de 4,3% no preço da água já está em vigor desde o dia primeiro deste mês. De acordo com a Companhia de Saneamento Municipal, a Cesama, o reajuste foi baseado nas perdas inflacionárias acumuladas no ano passado, medidas pelo índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, o IPCA.

Reajuste negativo chega esse mês nas contas de luz

Ao contrário do que acontece com as tarifas de energia elétrica, o valor do aumento imposto pela Cesama é o mesmo para todos os consumidores de Juiz de Fora. Os consumidores residenciais, que utilizam de 89% das mais de 114 mil ligações de água existentes em Juiz de Fora, vão ter um aumento médio de R$1,20 por mês na conta de água.

A consumidora Anne Rose Campos, do bairro Santa Cecília, pagou R$205,72 pelo serviço de energia elétrica no último mês e R$49,44 pelo de água. Ela acredita que, no total, vai pagar mais. “Como aqui em casa o consumo de energia elétrica é alto, não vou receber um desconto tão grande”, afirma. De fato, com a redução, ela gastaria R$205,62, caso consumisse a mesma quantidade de energia elétrica no próximo mês. Se fosse considerada de baixa renda, pagaria apenas R$195,08. Em relação à conta de água, Anne pagaria R$51,56, caso consumisse a mesma quantidade de água do mês passado.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Economia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s