Comerciantes comemoram vendas no Dia dos Namorados

Algumas lojas ficaram sem estoque

Por Nathalie Guimarães

O Dia dos Namorados é uma das datas que mais movimentam o comércio. Restaurantes, setores de vestuário e perfumaria, floriculturas e lojas de doces, todos saem ganhando. Os empresários de Juiz de Fora comemoram o aumento das venda s. De acordo com uma pesquisa do Sindicomércio, os casais gastaram entre R$50 e R$150 com presentes. Mas também teve aqueles que optaram por caminhos alternativos aos tradicionais presentes para aproveitar a data ao lado do companheiro.

Segundo o subgerente Lucas Morales, o movimento na loja de roupas aumentou desde a terça-feira que antecedeu o 12 de junho e representou um crescimento de 40% com relação ao ano passado. A maioria das peças vendidas era voltada para o público masculino. (ouça)

A vendedora Maria Cristina Rocha disse que na loja de bolsas o estoque acabou. “Para driblar a falta de bolsas, tivemos que fabricar peças com o material de cor vermelha, porque o dono da loja não conseguiu comprar de outras cores, e a procura era muita.”

Numa floricultura localizada na Rua Santa Rita, as vendas mantiveram a taxa de aumento de anos anteriores, em torno de 40%. O gerente José Sérgio Neto diz que, como é comum a todos os Dias de Namorados, as rosas vermelhas foram as que mais saíram.

Chocolates e doces também são um presente tradicional. A gerente de uma rede de lojas de chocolate em Juiz de Fora, Lúcia Rocha Barbosa, disse que as vendas aumentaram quase 70% comparado ao ano passado e cerca de 30% em relação a maio deste ano. O Dia dos Namorados vendeu mais do que o Dia das Mães. A procura foi tanta que um dos produtos ficou em falta em toda a cidade. “O kit sex acabou na quarta-feira. Tinha um creme de massagem com sabor de trufa, um livrinho do Kama Sutra e algumas plaquinhas de chocolate”. (ouça)

O casal de estudantes Flávia Guimarães e Saulo Almas gastou em torno de R$150 em presentes. Ela ganhou um CD e uma almofada. Ele, uma carteira e um livro. Segundo Flávia, o que mais pesou na escolha do presente não foi o preço. “Eu sabia o que ele estava querendo, mas foi um pouco difícil escolher o modelo da carteira. Nessas horas o que eu mais levei em conta foi o gosto dele”. Para comemorar a data e também os quatro anos e meio de namoro, o casal ficou em casa. “Íamos sair para comer alguma coisa, mas todos os lugares que vimos tinha fila. Então, pedimos uma pizza mesmo. Mas ainda assim, foi ótimo.”

Mas teve quem optasse por programas diferentes. A publicitária Aline Henriques e o arquiteto Thiago Queiroz abriram mão dos presentes tradicionais e decidiram viajar. Eles comemoraram o Dia dos Namorados na semana passada, com uma viagem para Brumadinho, a cerca de 60 Km de Belo Horizonte, onde visitaram o Instituto Inhotim, um museu a céu aberto, com inúmeras galerias de arte. Ao todo, eles desembolsaram R$700. “Valeu a pena. Foi uma delícia. Fugir um pouco da nossa rotina já é motivo de felicidade, com alguém que se ama então, é perfeito”, conta Aline.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Economia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s