Como é feito o processo de restauração de obras no MAMM

Por Magali Pereira

Manter obras consideradas como patrimônio histórico em bom estado de conservação é fundamental para preservar a memória e a história de uma cidade, país ou região. Mas muitas vezes esses artigos ficam expostos a agentes nocivos como chuva, vento, água e podem se desgastar, quebrar ou perder a coloração. Esse tipo de desgaste pode ser recuperado com os serviços de restauração.

No Museu de Arte Murilo Mendes (MAMM) existem laboratórios de conservação e restauração – que além de cuidar das peças do museu – prestam serviços de consultoria e restauração de patrimônio a particulares.

Recuperação de esculturas é um dos trabalhos desnvolvidos no laboratório do MAMM

Valtencir Ribeiro é restaurador e trabalha no laboratório de Conservação e Restauração de Pintura e Escultura no MAMM. Formado na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), está na área de restauração há 14 anos. Ele explica que no museu funcionam dois laboratórios: o de Conservação e Restauração de Pintura e Escultura e o de Conservação e Restauração de Papel. No primeiro são restauradas pinturas de cavalete, de tela, pintura mural e esculturas. No segundo são restaurados documentos, livros e várias obras de arte que tenham como suporte o papel.

Segundo Valtencir, as etapas pelas quais as obras passam ao chegar no laboratório para serem restauradas são muito abrangentes. O primeiro passo é a identificação da obra: qual autor, tipo de técnica usada, data de execução e os materiais que a constituem. Em seguida, é realizado um estudo mais profundo dos materiais. Depois é feito um diagnóstico contendo o tipo de problemas que a obra traz e que fator causou a degradação da mesma. Qutro fatores afetam as obras: fatores químicos, físicos, biológicos e humanos. “O fator humano é o principal agente de degradação das obras de arte”, ressalta Valtencir. A última etapa é a elaboração de uma proposta de tratamento com os processos que vão ser utilizados na restauração da peça. Para a recuperação de patrimônios particulares as etapas são as mesmas, sendo acrescentado um orçamento para a realização do trabalho.

A restauração da moldura de uma pintura em tela

Os profissionais que trabalham nos laboratórios são especialistas em conservação e restauração. O primeiro curso de graduação na área existe apenas na UFMG, desde 2008. Antes, a universidade oferecia somente uma especialização em conservação e restauração. Em Juiz de Fora não existe nenhum curso de preparação nesse campo. “O trabalho de restauração não é apenas o de executar. Existe também a pesquisa, na qual descrevemos como será pensada a restauração e os critérios que a vão norteá-la”, pondera Valdir.

Em 2007, foi restaurada no MAMM uma imagem de São Sebastião, do século XIX, vinda da cidade de Olhos D’água, no norte de Minas Gerais. Para a recuperação da imagem foi feito um intenso trabalho de pesquisa. Foram estudados os materiais, técnicas utilizadas, data da execução da imagem e o histórico da mesma. A pesquisa vai resultar em uma publicação contendo imagens da restauração e da construção da capela que vai abrigar a imagem em sua cidade natal. “A comunidade legitimou a restauração, o que ajudou a preservar a história do lugar e também na identificação grupal. Ela foi reconhecida como bem identitário, um patrimônio cultural”, explica. Ouça

O MAMM abriga, além do acervo bibliográfico e artístico do poeta Murilo Mendes, as bibliotecas dos professores Arcuri e Guima, ricas em volumes sobre história, filosofia, arquitetura, artes cênicas, literatura em geral, entre outros. O acervo de artes plásticas tem sido expandido através de doações e parcerias com outros institutos simulares. O museu possui acervos importantes de Minas Gerais com 300 obras assinadas por artistas como Picasso, Hans Ritcher, Joan Miró, Portinari, Alberto Magnelli e Ismael Nery. É considerado, também, o maior conjunto de obras modernas ingressado no Brasil na secunda metade do século XX.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cultura e Arte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s