Copa do Mundo: Jornalistas de Juiz de Fora buscam cobrir o Mundial de uma maneira diferente

Por Camila Carolina, Dafne Nascimento e Nathalie Guimarães

As vuvuzelas verde e amarelas se calaram com a eliminação do Brasil na Copa do Mundo de 2010. Depois da derrota de virada para a Holanda nas quartas de final da competição, a seleção canarinho deixou escapar mais uma vez a chance de conquistar o Hexacampeonato. Fim do sonho para nós brasileiros, mas esperança para holandeses e espanhóis que podem gritar pela primeira vez: “É campeão”.

Apesar da saída prematura da Seleção Brasileira da Copa, os jornalistas de Juiz de Fora têm o dever de continuar o seu trabalho. Cada veículo dribla os mais de seis mil quilômetros que separam o Brasil da África do Sul, com suas próprias estratégias, para transmitir aos juizforanos o que acontece no continente africano.

“O maior desafio enfrentado por nós, jornalistas de cobertura local, ao cobrir um evento à distância, como a Copa do Mundo, é que ficamos reféns do conteúdo repassado pela emissora principal, a Rede Globo. Ela tem os próprios correspondentes e comentaristas e isso dificulta fazermos o mesmo daqui. Fica difícil fazer algo com o material que ela disponibiliza”, revela o jornalista da TV Panorama Ricardo Ribeiro, que cobre sua quarta Copa como profissional. Saiba como a TV Panorama e a TVE Juiz de Fora cobrem o Mundial através das opiniões de alguns jornalistas.

Sem o auxílio de correspondentes no país sede, os veículos locais buscam alternativas de modo a passar informações diferenciadas ao público. Esse é o caso do site Zine Cultural: “A gente tenta levar Juiz de Fora até a África através de pessoas que estão lá, a gente entra em contato com elas ou com pessoas que já foram em outras edições do Mundial para relatar como é a emoção de estar no país sede”, conta a estagiária do site Thamara Gomes.

Incentivada por uma amiga, a técnica em computação Marina Gabriela Silva acompanhou pela internet a transmissão de um jogo da Seleção Brasileira pela Rádio Facom, rádio da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal de Juiz de Fora. “Eu nunca tinha ouvido e aí resolvi ver como que era. Gostei bastante. Não é como a gente assiste na TV, com o Galvão Bueno. Como são estudantes, a voz é diferente. E eles também fazem alguns plantões. Mas achei que os alunos foram bem, estavam preparados para narrar e também para comentar. Parece que eles pesquisam muita coisa, de outros jogos, de outras Copas. Foi diferente”, descreve. Clique aqui e saiba como funciona a transmissão da Rádio Facom.

O estudante Bruno da Silva costuma se informar sobre o campeonato principalmente pelo site Globoesporte.com. “Sempre tem informações sobre o dia-a-dia das seleções e também porque não tenho muito tempo de ler jornais ou ver televisão”, explica. Mas ele afirma que nas poucas vezes que viu pela TV Panorama, gostou das matérias. “Vi duas reportagens que chamaram minha atenção. Uma delas foi quando eles assistiram o jogo do Brasil em um bar em Juiz de Fora mesmo e uma que eles foram numa cidade aqui perto para mostrar o jogo de lá. Achei legal porque eles mostraram as ações do pessoal, o que eles pensavam em relação à Copa. Parece que fica mais popular, aquele contato com o povão. E também complementa o que a gente vê pela internet”, destaca.

A opinião do torcedor Bruno confirma, em parte, o que diz o jornalista de esportes do jornal impresso Tribuna de Minas, Wallace Mattos. Segundo ele, a presença do leitor no jornal faz toda a diferença. “Para fazer com que a cobertura seja interessante e atrativa, é preciso colocar o leitor dentro do jornal. Cobrir a Copa na África, mas colocar a visão do torcedor daqui, o comportamento, a opinião.”

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Especiais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s