Reabilitação e tonificação muscular: Pilates ganha espaço entre a população de Juiz de Fora

Por Renata Delage

Quando praticamos um esporte, certamente buscamos benefícios. Ter o físico desejado ou melhorar a qualidade de vida, trazendo benefícios à saúde do corpo e da mente são exemplos do que o exercício físico nos proporciona. Para algumas pessoas aliar o condicionamento físico à reabilitação corporal em um só esporte pode ser uma excelente ideia. O pilates é uma técnica que ganha espaço entre a população de Juiz de Fora à medida em que suas propriedades vão se tornando conhecidas.

A técnica, que visa trabalhar o corpo inteiro, tem ainda como objetivos não somente condicionar, preparar o organismo, mas também reabilitar, restaurar algo que esteja indesejado no corpo. Segundo o fisioterapeuta e professor de pilates João Victor Martins de Melo, os exercícios “proporcionam o aumento do tonus muscular, o que é essencial a uma boa postura e ajuda na melhora que qualquer quadro de dor, beneficiando, ainda, a melhora do equilíbrio, do relaxamento do corpo e do poder de concentração”.

Equilíbrio e concentração são fundamentais na prática do exercício

E a concentração é o único pré-requisito para se praticar o esporte. A atividade pode ser feita por qualquer pessoa. Os exercícios são aplicados de forma específica, de acordo com os níveis de condicionamento do praticante e com os resultados que visa alcançar. A estudante de arquitetura Júlia Garbero pratica o pilates há dois anos e, segundo ela, “os exercícios tonificam o corpo, além de terem melhorado muito a minha resistência, postura e respiração. Já fiz Yoga e RPG também, mas, no meu caso, o pilates acabou sendo o mais indicado”.

Pilates, RPG (Reeducação Postural Global) e Yoga são técnicas bastante distintas, segundo o fisioterapeuta. “Embora tanto pilates quando RPG sejam indicados para o alívio de dores e tensões, são diferentes, pois o RPG é uma técnica passiva, o fisioterapeuta movimenta o corpo da pessoa, enquanto o pilates é uma técnica ativa, a pessoa deve executar todos os movimentos”, explica João Victor. Já a Yoga trabalha mais a flexibilidade corporal e a energia interior.

Profissionais precisam auxiliar a prática de alguns exercícios

“No pilates, temos como base que todos tem um centro corporal, que corresponde ao abdome, região tóraco-lombar e glúteos. Se essa região estiver tonificada, qualquer movimento vai sair bonito, fluido e de forma adequada”, argumenta. (Ouça a entrevista com João Victor de Melo).

A sessão de pilates é recomendada de uma a três vezes por semana e os preços da prática na cidade variam de 60 a 170 reais mensais, de acordo com o lugar e a quantidade de aulas frequentados.


Deixe um comentário

Arquivado em Esporte

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s