Arquivo do dia: setembro 16, 2010

Vivendo bem com a doença

Bruno Gagliasso no personagem esquizofrênico, Tarso, na novela 'Caminho das Índias'

Por Thaís Pires

Um estudo recente, realizado pelo Instituto de Psiquiatria da Universidade de São Paulo (IPq-USP), mostrou que trabalhar melhora de forma significativa o desempenho intelectual de pessoas com esquizofrenia, e diminui os sintomas da doença, como apatia e isolamento.

No estudo, publicado na revista científica Schizophrenia Research, foi reunido os resultados do Programa Reação, do IPq, de outubro de 2003 a abril de 2010, onde conseguiram inserir cerca de cem pacientes em estágios de reabilitação vocacional em São Paulo. Algumas empresas acolheram os estagiários sem nenhum ônus. O programa oferecia bolsa mensal de R$ 200 como ajuda de custo para os pacientes.

O Doutor Roberto Dimas, da Clínica São Domingos, em Juiz de Fora, explica que “a esquizofrenia é a doença do espírito partido”, pois a pessoa desenvolve um distúrbio de personalidade. A doença, que se manifesta entre os 15 e os 25 anos deve ser tratada com medicamentos que fazem com que o paciente controle as crises e também as previne. Doutor Dimas diz ainda, que a reintegração do esquizofrênico na sociedade em atividades normais é muito importante para o tratamento.

Na cidade ainda não possui um projeto como esse de São Paulo, mas outras atividades são proporcionadas para os pacientes terem um momento de ocupação. No Centro de Atenção Psicossocial do Hospital Universitário (CAPS/HU), por exemplo, os pacientes têm consulta individual, em grupo, terapia familiar e ocupacional. As atividades são supervisionadas pelos profissionais do setor e coordenadas por estagiários de cursos da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Entre as atividades estão artesanato – fuxico, pintura em tecido, de garrafas e latas, reciclando-as –; leitura e interpretação de jornais; discussão de temas sobre cidadania; oficinas de promoção e prevenção da saúde e pedagógica.

Na Clínica São Domingos, segundo Doutor Dimas, muitos pacientes esquizofrênicos se reabilitam com facilidade, porém há os que, desde o primeiro surto, não conseguem passar pelo tratamento, tendo crises constantes e não podendo voltar a ter uma vida normal.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Ciência & Tecnologia

Prefeitura e comunidade juntas contra a Dengue

Por Isabel Miranda

Ações comunitárias de combate e prevenção à Dengue  são retomadas este mês em Juiz de Fora. Com a chegada da nova estação, a Primavera, há uma mudança no regime de chuvas e temperaturas na maior parte do Brasil. O aumento do calor e da umidade provoca pancadas de chuvas, tempo propício para a proliferação do Aedes aegypti,mosquito causador da doença.

 Atividades Integradas

Através da gincana “Troque seu lixo e concorra a uma cesta básica” a comunidade do Bairro Furtado de Menezes recolheu cerca de 3200 recipientes como pneus, garrafas e latas, potenciais criadouros do Aedes aegypti. A iniciativa faz parte da programação de atividades do Núcleo de Educação em Saúde e Mobilização Social, do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental (DVEA), da Secretaria de Saúde (SS)  de Juiz de Fora.

Outros projetos estão sendo realizados em paralelo. Além dos mutirões de limpeza que já foram efetuados em 43 bairros da cidade, há também iniciativas como o “Morador Vigilante”, na qual a comunidade pode denunciar as regiões com focos de Dengue, através do “Disque Dengue”: 3690-7000.

 Regiões mais afetadas

O último Levantamento do Índice Rápido do Aedes (LIRA) foi de 1,22% de infestação. O Coordenador de Campo, Juvenal Marques, do DVEA, informou que pela classificação do governo, Juiz de Fora se enquadraria no estado de “Alerta para epidemia”. Valores maiores que 3,9% indicam “Risco de Epidemia”. Acompanhe o depoimento de Juvenal Marques.

Neste período foram notificados 9.451 casos de dengue em Juiz de Fora. A cidade registrou o total de 16 mortes pela doença, sendo três pela forma hemorrágica.

O Coordenador informa ainda as três regiões mais afetadas pela Dengue, de acordo com o último LIRA.

Como se prevenir?

Assista ao vídeo para conhecer as formas de contribuição para prevenir e combater à Dengue: http://www.youtube.com/watch?v=nrDG01nTEN0

 

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano

Melhor idade nas alturas

Por Isabel Miranda

A partir do dia 26, pessoas com mais de 60 anos vão poder viajar com 35% de desconto nas passagens aéreas oferecidas pela Trip.  A companhia aderiu ao programa “Viaja Mais Melhor Idade” , do Ministério do Turismo.

A promoção é válida somente para os destinos operados exclusivamente pela empresa. Confira as rotas . O desconto está disponível para todas as épocas do ano.

 A funcionária da companhia, Ana Flávia, explica como os interessados podem aderir ao programa.

 O que é o Viaja Mais?

O Viaja Mais Melhor Idade é uma iniciativa do Ministério do Turismo  que facilita e estimula brasileiros acima de 60 anos a viajar pelo País. O programa oferece pacotes customizados e descontos especiais em hospedagens. Além de promover a inclusão social dos idosos, o Viaja Mais Melhor Idade fortalece o turismo interno e gera benefícios por todo o Brasil.

Desde a criação do programa em 2007, mais de 482 mil pacotes turísticos foram vendidos. Atualmente, os idosos conseguem descontos de até 50% nas diárias de dois mil hotéis em todo país durante a baixa ocupação. Saiba mais sobre o projeto no site: www.viajamais.com.br

Outras informações sobre a companhia aérea:

Central de Atendimento Trip: 3003-8747 ou 0300 789 8747

www.voetrip.com.br

Deixe um comentário

Arquivado em Economia

Twitter e os presidenciáveis

Por Lucilia Bortone

Na lista dos perfis mais seguidos do Twitter no Brasil, as cinco primeiras posições são ocupadas pelo apresentador Luciano Huck, o técnico da seleção brasileira Mano Menezes, o perfil doprograma Fantátisco da Rede Globo, a cantora Ivete Sangalo e o apresentador do CQC Rafinha Bastos. Todos com mais de um milhão de seguidores no microblog. Ao virarmos a página encontramos o candidato à Presidência pelo PSDB, José Serra na 43ª posição com pouco mais de 400 mil seguidores, fazendo dele o político mais seguido no Brasil.

Durante as eleições de 2008, a publicitária e assessora de imprensa Laura Baptista fez um estudo sobre o uso da Web 2.0 nas campanhas municipais. Em um dos posts do blog da pesquisa, um dos pesquisadores avalia a maneira com que o Twitter foi utilizado durante as campanhas de 2006 e 2008. “A única coisa que mudou de verdade foi o uso do Twitter. Em relação à interação com as pessoas, não acho que esteja tão diferente e nem tão maior quanto esperávamos. Quando fizemos a pesquisa em 2008, a gente imaginava que realmente a internet fosse ter um valor significativo na campanha, principalmente por causa do Obama”, disse Laura. (Ouça a entrevista com a assessora de imprensa Laura Baptista).

O cientista político Raul Magalhães acredita que a possibilidade de encontrar os candidatos na web aproxima o eleitor do próprio candidato. Mas a assessora de imprensa, Laura Baptista não vê isso acontecendo. “Eu acho que o Twitter permite criar uma ilusão de que o internauta está mais ligado às eleições, tudo que vira um trending topic acaba ‘trendando’ porque as pessoas ficam perguntando por que aquele assunto ou pessoa está em destaque no microblog. No Twitter você potencializa um comentário que você faria para um familiar ao assistir a campanha eleitoral”, analisa Laura. Para ela, as pessoas buscam coisas para comentar no twitter, mas que isso não caracteriza um novo interesse por política.

José Serra (@joseserra_) do PSDB é o político mais seguido do Brasil no Twitter

O uso da internet nas campanhas só foi permitido e ampliado com a Lei nº 12.034, de 29 de Setembro de 2009. Considerando o universo de usuários brasileiros que utilizam o Twitter, o microblog ainda é uma voz muito pequena nas eleições. “Quando fiz outro estudo em 2009, o Serra tinha 200 mil seguidores. Hoje ele tem 400 mil e é o político mais seguido do Brasil. A pessoa mais seguida por brasileiros tem mais de um milhão de seguidores. Será que isso tem um impacto tão grande?”, pondera Laura Baptista. Segundo ela, o Twitter se mostra com mais força para a imprensa e que é difícil medir o interesse das pessoas para saber se é um novo interesse ou um interesse que as pessoas já tinham pela política.

As candidatas Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PV) têm pouco mais de 200 mil seguidores cada uma no Twitter. Plínio Sampaio (Psol) tem cerca de 34 mil seguidores e seu perfil ainda não foi verificado pelos administradores do microblog.

Em 2008, a única grande maneira dos internautas se expressarem sobre política era criar um blog ou então escrever no Orkut mensagens para os amigos ou em comunidades. “O Twitter permite que você fale para um universo maior, mesmo que você tenha poucos seguidores. A possibilidade de ‘retuitarem’ aquilo que você disse acaba fazendo com que você fale para toda uma rede”, conclui Laura.

Deixe um comentário

Arquivado em Política

Forum da Cultura encerra mais uma temporada do Mergulho Teatral

Por Gabriela de Carvalho

O Centro de Estudos Teatrais do Forum da Cultura em Juiz de Fora promove todo semestre o Mergulho Teatral.O curso tem como objetivo a formação cultural e  prática de atores e técnicos em teatro.

Cena da peça "Dias de Visita"

Trabalhando junto à UFJF, o “mergulhão”, como também é conhecido, é composto por três aulas semanais e uma apresentação ao final do curso, que tem a duração de 1 mês.

As turmas são compostas por universitários e pré-universitários. Pessoas que já são formadas, mas que possuem o interesse de uma iniciação teatral, também podem participar.

Para se inscrever é preciso ficar atento ao calendário da UFJF, pois o Mergulho Teatral sempre começa junto com o período acadêmico. Os interessados devem se inscrever no próprio Forum.

As oficinas oferecidas nessa Introdução ao Teatro permitem aos alunos vivenciar as mais diversas modalidades da cartografia cênica, além de servir como porta de entrada àqueles que desejam fazer parte do grupo teatral Divulgação.

Nesse semestre, as aulas tiveram início dia 16 de agosto e duraram até o dia 1º de setembro. Os alunos tiveram a oportunidade de estudar a arte cenográfica e expressão corporal com os professores José Luiz Ribeiro, Márcia Falabella e Marcus Leone. No dia 10 de setembro os participantes encerraram o curso apresentando a peça “Dias de Visita”, no palco do Forum.

Elenco da peça "Dias de Visita" - Participantes do Mergulho Teatral e atores do Grupo Divulgação

Ouça a entrevista completa com diretor do Grupo Divulgação José Luiz Ribeiro

Deixe um comentário

Arquivado em Cultura e Arte