Universitários se preocupam cada vez mais com o mercado de trabalho

                                                                                                                                                                              Por: Pedro Henrique Carpanês

Ser um jovem universitário hoje em dia é ter preocupações além de festas, provas e ônibus lotados. Achar sua vocação e se preparar para o mercado de trabalho estão tirando o sono de muito estudante por ai.

Com critérios de seleção e avaliação cada vez mais rigorosos, a sempre cobrada experiência na área objetivada e um mercado mais competitivo e escasso, fazem a procura por estágios e especializações crescerem em ritmo acelerado.

Por vivermos atualmente em um mundo multifuncional, no qual cada profissional tem que dominar várias áreas e ser versáteis nas zonas de atuação, as faculdades tentam mesclar em suas grades de ensino teoria e prática.

O aluno pode moldar o curso dentro das áreas de interesse para sua formação e atuação no mundo profissional, algumas instituições estão diminuindo suas grades curriculares e aumentando a oferta de matérias opcionais. Com isso o universitário não fica preso à disciplinas que não acrescentam em seus currículos.

Para a professora da Universidade Federal de Juiz de Fora Christina Musse, é de suma importância o aluno buscar uma formação mais aprimorada durante a graduação, mas é importante também que ele saiba que a prática e a teoria não podem andar separadas. Para Christina existe uma terceira vertente para o graduando – a área acadêmica.

Saiba mais ouvindo a entrevista da professora Christina Musse.

 Claro que não poderíamos ouvir apenas o lado formador. O universitário Anderson Oliveira procurou desde o início da faculdade focar em sua área de interesse. No começo ele ficou em dúvida entre duas, como sua faculdade não oferecia uma boa formação para um delas ele optou pela outra. Hoje ele estagia e já está inserido no mercado de trabalho.

Veja como é para um estudante buscar a formação prática durante a graduação.

  O que aconteceu com o Anderson é muito comum entre os universitários. Muitos escolhem áreas que não são privilegiadas por suas instituições de ensino, e a saída acaba sendo, trocar de instituição ou mudar seu objetivo.

Mas para conseguir uma boa colocação no mercado de trabalho, não vale mentir no currículo. Agora pode ser considerado crime. Saiba clicando aqui!

1 comentário

Arquivado em Cotidiano

Uma resposta para “Universitários se preocupam cada vez mais com o mercado de trabalho

  1. Pingback: Você também quer ser um Jovem Empreendedor? « Juiz de Fora Online

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s