Espaço Cultural do Correios recebe exposição Morro da Favela, do fotógrafo carioca Maurício Hora

Por Marina Alvarenga Botelho

 

O Espaço Cultural dos Correios de Juiz de Fora estreou na quinta-feira, 4 de novembro, a exposição “Morro da Favela”, do fotógrafo carioca Mauríco Hora. A exposição é composta por fotografias do Morro da Previdência, localizado no Rio de Janeiro, a primeira favela brasileira.

Fotografia da exposição

O grande diferencial da mostra é que o próprio fotógrafo foi nascido e criado na favela. Assim, suas imagens trazem um tom mais intimista, cheias de histórias e imagens de um povo que fez e faz parte de sua vida. As fotografias possuem um tom realista, que retratam o cotidiano na favela.

O artista é conhecido por outras façanhas ao redor do mundo, como por dirigir o Projeto Favelité, que cobriu as paredes de uma das estações do metrô de Paris, na França, com fotos em tamanho real das casas do Morro da Providência. Como diz o próprio artista, seu desejo é “mostrar o olhar da favela sobre a cidade”.

É interessante também ressaltar a história e a origem do nome “Morro da Favela”. O Morro da Previdência foi o refúgio onde começaram a se instalar remanescentes da Guerra de Canudos, no início do século XX. Como explica Hora: “Favela na verdade é um nome de uma planta, muito comum nos morros da Bahia, onde foi construído o povoado de Canudos. Quando os soldados que foram para a guerra retornaram ao Rio e começaram a se instalar no Morro da Providência, o local ficou conhecido como Morro da Favela, fazendo referência à “favela” original”.

Fotografia da Favela

O publicitário Pedro Paulo esteve presente na estréia da exposição e conta suas impressões: “As imagens são muito bonitas e passam uma visão diferente da que nós temos da favela. Mostra um pouco da realidade cotidiana dessas pessoas, com um belo jogo de luz e foco”.

A exposição está disponível até o dia 10 de dezembro, no Espaço Cultural da Agência Central dos Correios em Juiz de Fora, localizada na Rua Marechal Deodoro, 470, no centro da cidade. Para agendamento de visitas monitoradas e outras informações, o telefone é (32) 3960-5715.


 

Deixe um comentário

Arquivado em Cultura e Arte

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s