Doação de sangue: a prática precisa ser tornar comum

Por Tamires Freitas

O Hemominas de Juiz de Fora busca voluntários para doação de sangue. O banco de sangue da cidade conta hoje com um nível bem abaixo do considerado ideal pela Organização Mudial de Saúde (OMS).  Segundo uma das organizadoras de campanhas da instituição, Kelli Borges, os moradores da cidade não têm o hábito de doar sangue. “Para tentar manter um nível seguro de estoque de sangue no banco local, o Hemominas de Juiz de Fora realiza campanhas até em outras cidades da região”, explica.

Hemominas de Juiz de Fora está com um estoque abaixo do considerado ideal pela OMS

Não é preciso esperar campanhas para doar. Leonardo Bravo, estudante de 21 anos, foi até a sede do Hemominas para fazer sua doação. O incentivo veio do trabalho. “Sempre achei uma ação importante. Agora que comecei, pretendo doar mais vezes. E o melhor de tudo é que não demora muito e não sentimos nenhuma dor durante o processo”, conta o estutante.

De acordo com a enfermeira da Agência Transfusional do Hospital Universitario, Valesca Reis, “a demanda por sangue hoje no mundo é muito grande, devido aos avanços da medicina, mas o número de doadores não acompanhou esse avanço com crescimento“. Ela chama a atenção para a importância de se ter doadores fiéis, que não doem apenas para familiares e parentes: “Não se sabe se um dia você vai necessitar de uma doação, por isso é importante ser voluntário e solidário sempre”.

Para doar, deve-se ter entre dezoito e sessenta e cinco anos, pesar mais de cinquenta quilos e não estar em jejum. O ideal também é que não se tenha ingerido alimentos gordurosos nas últimas quatro horas e tenha dormido pelo menos seis horas na noite anterior.

Não pode doar quem tenha feito tatuagem, piercing ou acupuntura há menos de um ano. Mulheres que estão grávidas ou amamentando e pessoas que ingeriram bebidas alcoólicas nas vinte e quatro horas que antecedem a doação também não podem ser doadores. Todas as restrições são determinadas por normas técnicas do Ministério da Saúde, e visam a proteção não só do doador, como também de quem vai receber o sangue.

O Hemominas de Juiz de Fora funciona na Rua Barão de Cataguases. As coletas são feitas de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h. Nos sábados, as doaçoes podem ser realizadas das 8h às 11h. Quem for fazer uma doação deve levar um documento de identidade oficial e com foto.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Ciência & Tecnologia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s