Sport vence clássico contra Tupi e é líder isolado no Mineiro Júnior

Por Erik Chaves

A expectativa pelo clássico do Campeonato Mineiro Júnior do dia dois de abril era grande em Juiz de Fora. De um lado, o Tupi com jogadores experientes, que já tiveram passagens pelo time profissional. Do outro, o Sport com boas revelações e um ótimo preparo físico. As equipes entraram no Estádio Radialista Mário Helênio em busca de defender os 100% de aproveitamento na competição e proporcionaram um grande jogo para o torcedor juizforano. Com dois gols do atacante Jorge Lucas, o Verdão da Avenida bateu o Galo Carijó, por 2 a 0, e se isolou na liderança do Estadual, com nove pontos. Com três pontos a menos, o Tupi é o vice-líder do Grupo C.

O jogo

O primeiro tempo começou a todo vapor, com as equipes disputando cada jogada e dificultando a busca por espaços no gramado. Com chutes de fora da área, o Tupi foi quem criou as primeiras oportunidades de gol. Aos poucos, o time alviverde foi mostrando a superioridade física e passou a dominar a partida. Aos 14 minutos, Jorge Lucas aproveitou cruzamento na área e chutou forte para a boa defesa do goleiro carijó. Quatro minutos depois, foi a vez do atacante Michel quase marcar de cabeça.

Sport foi superior no clássico do Mineiro

O Tupi errava muitos passes no setor de meio de campo e demonstrava sentir os desfalques do volante Luan e do meia Maguinho, expulsos na vitória contra o Progresso. Com o time completo, o Sport continuou criando grandes chances para abrir o placar, mas o goleiro Victor Hugo, em dia inspirado, fechou o gol e garantiu o 0 a 0 na primeira etapa.

Tribo Carijó esteve presente no Estádio Municipal

No intervalo, o técnico Rafael Novaes fez três alterações, deixando o Sport ainda mais ofensivo, já o treinador Jésus Vieira não modificou a equipe alvinegra. A etapa complementar foi marcada pela pressão alviverde desde os primeiros minutos, e o gol não demorou a acontecer. Aos oito minutos, Jorge Lucas, em jogada individual, driblou o zagueiro e bateu na saída do arqueiro, estufando as redes. Cinco minutos depois, a estrela do camisa 10 voltou a brilhar e, após cruzamento na área, Jorge Lucas, de voleio, ampliou o placar. O Sport continuou melhor em campo e esteve mais próximo de fazer o terceiro gol do que o Tupi de descontar, e a partida terminou com a vitória do Periquito por 2 a 0.

Análise dos treinadores

De acordo com o técnico Rafael Novaes, a raça dos jogadores do Sport tem feito a diferença nas partidas do Campeonato Mineiro Júnior. “O trabalho está sendo muito bem feito. Fizemos uma boa pré-temporada e estamos treinando em tempo integral. Além disso, os jogadores estão muito motivados e esta vibração do elenco é o nosso diferencial”, exaltou.

Para o técnico Jésus Vieira, o Tupi sentiu os desfalques, e o resultado foi justo, já que o Periquito foi melhor em campo. “As ausências de Luan e Maguinho foram responsáveis para que o time não jogasse bem. O Sport, com um bom entrosamento e o time completo, foi melhor e mereceu a vitória”, declarou.

Com a palavra, o craque do jogo

O camisa 10 do Verdão foi decisivo no clássico

“É muito importante marcar gols, principalmente em um jogo como este. Isto mostra para mim e para o grupo que estamos trabalhando sério, forte e que estamos no caminho certo”, afirmou Jorge Lucas, autor dos dois gols na vitória contra o rival Tupi. O camisa 10 do Verdão descreveu o segundo gol: “Foi uma jogada do Vitor, pelo lado esquerdo. Ele levantou a bola na área e tive a felicidade de dar um belo voleio e ampliar o placar”.

Ficha técnica

TUPI: Victor Hugo; Luiz Gustavo Fonseca (Felipe Lourenço), Cláudio Cézar, Fillipe Santiago (Matheus de Souza) e Thiago Spínola; Tadeu Nepomuceno, Guilherme Miguel, Dionísio Júnior e Renan Ferreira; Roberto Ferreira e Michel Lima. Técnico: Jésus Vieira.

SPORT: João Paulo; Maicon, Luiz Felipe, Douglas Sargento e Vitor Hugo; Júlio, Zé Eduardo, Hugo Negão (Philip) e Geovanni Azalin (Bruno Matos); Jorge Lucas (Samuel) e Michel (Michel). Técnico: Rafael Novaes.

Gols: Jorge Lucas (2)

Cartões amarelos:

Tupi: Michel Lima, Guilherme Miguel e Felipe Lourenço.

Sport: Douglas Sargento e Zé Eduardo.

Arbitragem:

Árbitro: Denisson Eufrásio Domingues

Assistentes: Giancarlo Machado e Juan Carlos Maia

Deixe um comentário

Arquivado em Esporte

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s