JF segue praticamente estagnada na criação de empregos

Por Valentim Júnior

Foram criadas 38 vagas, mas o saldo é negativo durante o primeiro trimestre de 2011

O número de empregos gerados em Juiz de Fora no mês de março foi o pior no período desde 2003, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho. Foram registrados apenas 38 novos postos de trabalho na cidade, em um saldo de 5242 contratados e 5204 demitidos. Em Minas Gerais, Juiz de Fora ocupou a 44° posição no ranking.

O crescimento foi de apenas 0,03%, muito próximo da estagnação. Os setores que mais geraram emprego foram a construção civil, 168, e a área de serviços, 93. Já o comércio, -178, e a indústria de transformação, -43, foram as que mais demitiram. Em comparação ao mesmo período do ano passado, Juiz de Fora teve uma queda bastante considerável, já que foram criados 587 empregos em março de 2010.

Veja a tabela completa

Mês de março é o melhor do ano

Embora ainda muito baixo, o crescimento do mês de março superou os saldos negativos dos meses anteriores de 2011 em Juiz de Fora. Em janeiro, foram criados 6079 postos de trabalho e 6191 demissões, um saldo de -112. No mês seguinte, os dados foram ainda piores, com 5092 contratações e 5828 trabalhadores demitidos, totalizando -736 postos de trabalho.

O crescimento no mês de março em Minas e no Brasil foi superior ao da cidade da Zona da Mata. Mais de 11 mil postos de trabalhos foram criados no estado, um crescimento de 0,3%. Em todo o país, foram gerados mais de 92 mil empregos, saldo positivo de 0,25%.

Para o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Juiz de Fora (CDL/JF), Vander Domingos da Silva, o saldo foi melhor do que o previsto. “Além disso, as contratações, principalmente no comércio, devem começar a se estabilizar no segundo trimestre com a chegada das datas comemorativas e com a estabilização econômica do país”, ressaltou.

Outras informações da CDL

Primeiro trimestre negativo para JF

No acumulado do ano, já foram menos 810 vagas de trabalho em Juiz de Fora, uma queda de 0,59%. Em Minas Gerais, o acumulado do primeiro trimestre de 2011 é positivo em 1,77%, criadas mais de 67 mil vagas. No país, também foi registrado saldo positivo de 1,62%, mais de 583 mil empregos gerados.

Deixe um comentário

Arquivado em Economia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s