29ª Bienal de São Paulo em exposição no MAMM

Por Natália Lopes

A 29ª Bienal de São Paulo chegou a Juiz de Fora no último dia 29 de março trazendo um recorte da exposição realizada na capital paulista no fim de 2010. A mostra pode ser conferida na Galeria Convergências do Museu de Arte Moderna Murilo Mendes (MAMM) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) até o dia 15 de maio. A cidade é a primeira do interior brasileiro a fazer parte do circuito itinerante da Bienal.

Em Juiz de Fora, estão sendo apresentadas 70 obras de oito artistas. Porém, a mostra completa, que ficou em exibição entre os dias 25 de setembro e 12 de dezembro de 2010 em São Paulo, reuniu 850 obras de 159 artistas de diversos países. Até agosto, diferentes recortes da exposição serão exibidos em 13 cidades brasileiras.

De acordo com Moacir dos Anjos, curador da Bienal em parceria com Agnaldo Farias, é impossível o transporte integral de algo tão extenso e complexo. Porém, “o trabalho conjunto entre a curadoria da exposição e as instituições que recebem esses recortes permite que seus visitantes tenham acesso a vários de seus destaques e que desfrutem do contato próximo com algumas das mais relevantes produções da arte contemporânea brasileira e internacional”, relata.

O projeto que está na cidade tem o objetivo de fazer com que o público reflita, nas mais diferentes concepções, a relação entre arte e política, mote da mostra original. A norte-americana Adrian Piper, o português radicado no Brasil Artur Barrio, a peruana Sandra Gamarra, a africana Zanele Muholi e os brasileiros Cildo Meirelles, Hélio Oiticica, Clarice Lispector e Gil Vicente compõem o elenco selecionado para o MAMM.

De acordo com a engenheira Lúcia Mara, que visitou a mostra, uma das atrações que mais surpreende é o polêmico trabalho do pernambucano Gil Vicente, que permanece na Bienal mesmo após ter sido criticado pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que argumentou que as obras fazem apologia ao crime. Na série “Inimigos”, o artista desenhou líderes políticos na iminência de serem assassinados, como forma de expressar sua indignação com o Poder e o Estado. “Ao retratar cenas fortes com personagens famosas do cenário nacional e internacional, como Fernando Henrique Cardoso, Rainha Elizabeth II e George W. Bush, a ousadia do artista se mostra em sua plenitude, o que impressiona muito e chama a atenção do público”, relata Lúcia.

Autorretrato matando Fernando Henrique Cardoso

Exibição de filmes

O auditório do MAMM apresenta programação paralela à exposição das obras da Bienal. Nele, estão sendo exibidos alguns filmes projetados em diversas sessões da mostra original. Nomes como os de Nuno Ramos, Arthur Omar, Agnes Varda e Apichatpong Weerasethakul, estão entre os diretores.

As sessões, compostas por curtas, médias e longas-metragens, variam de uma a duas horas de duração, e acontecem às quartas e aos domingos, até o dia 15 de maio, quando a Bienal deixa a cidade. As oito sessões serão apresentadas às quartas-feiras, às 18h30, e repetidas aos domingos, às 15h30.

Além das obras, o MAMM recebe o terreiro “O outro, o mesmo”, atração que, em São Paulo, ficou em destaque logo na entrada da mostra. Projetado pelo arquiteto Carlos Teixeira, o grande espaço construído com papelão prensado serve como ponto de descanso e também ambiente propício ao encontro de ideias e sensações.

O MAMM fica localizado na Rua Benjamin Constant, 790 – Centro. A mostra pode ser conferida de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h e aos sábados e domingos, das 13h às 18h. A entrada é franca. Para saber mais informações, acesse o site do Museu, clicando aqui.

Confira abaixo a programação completa da exibição de filmes:

Deixe um comentário

Arquivado em Cultura e Arte

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s