A popularidade dos santos juninos

                                                                               Licia Oliveira e Mariana Ribeiro – 11/06/2008//www.flickr.com/photos/eltonmelo/166084709/

Junho é o mês de três santos muito conhecidos da Igreja Católica. Santo Antônio inicia as comemorações no dia 13, São João é lembrado no dia 24 e 29 é dia de São Pedro. Ao longo do mês, são realizadas missas, festas, encontros de orações e cada um deles tem características que atraem os diversos tipos de devotos.

Em Juiz de Fora, o mais lembrado é Santo Antônio, padroeiro da cidade. Por isso, na sexta-feira (13), vão ser realizadas missas e outros eventos em sua homenagem. Antes de se chamar Juiz de Fora, o município, quando foi emancipado, era conhecido como Santo Antônio do Paraibuna.
 
//www.portalbaw.com.br/religiao/Pedro.jpgMas o que explica a popularidade desses santos? Segundo o padre Cássio Barbosa, os três foram muito importantes para a difusão das palavras de Deus. “São Pedro, por ter sido um dos discípulos mais importantes e o fundador da Igreja Católica. No caso de Santo Antônio e São João, os dois atingiram a fama de casamenteiro e festeiro, respectivamente, mas isso é secundário. São João Batista, na verdade, foi um profeta de seu tempo, anunciando o messias e batizando-o no Rio Jordão. Santo Antônio conseguiu difundir bastante o Evangelho entre o povo. O fato de ser considerado casamenteiro é porque, muitas vezes, ele ajudava casais pobres em início de vida conjugal” afirma.

Devoção e homenagem

Um fato curioso, que pouca gente sabe é que não é com a homenagem aos santos que surge a festa junina. Muito antes do surgimento do cristianismo existiam festas populares em torno do fogo. O professor e estudioso de folclore, Antônio Henrique Weitzel, explica que a Igreja cristianizou uma festa pagã para não acabar com a festa já ligada à cultura. “O povo é devoto e acaba adaptando suas tradições. E sempre foi uma festa mais íntima, familiar, mais próxima à religião”, diz.

//www.flickr.com/photos/babilina/2185908157/Míriam Freitas é devota dos três santos por questões familiares. Durante a infância e a adolescência participava das festividades religiosas e juninas todos os anos. Com suas amigas, sempre fez muitas simpatias, principalmente para Santo Antônio. Seu pai se chamava Pedro, por ter nascido no dia 29 e, em junho de 1974, deu à luz gêmeos no dia 15. Resolveu chamá-los de João e Antônio.

São JoãoHoje, aos 63 anos, já não participa tanto das festas, mas não deixa de freqüentar as trezenas de Santo Antônio. E nos dias de São João e São Pedro sempre vai às missas. “Nunca me esqueço dos três (santos). As comemorações das quais participei ao longo da vida foram marcadas pela a alegria e a fraternidade. Eles estiveram presentes no meu coração em vários momentos importantes para mim e não é por acaso, que meus filhos têm o nome de dois deles”, lembra.

2 Respostas para “A popularidade dos santos juninos

  1. achei muito interessante a popularidade dos santos juninos!
    continuem deixando mensagens gratuitas na net pra nóis q vem pisquisa!!!

    Obrigaduh!
    Paulicéia …
    arebaba ….. baguan-quelie…. por lórdi-Shiva …..
    Adíos!!

  2. adirson carlos

    fala sobre os tres santos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s