Encerramento do 3° Festival Nacional de Teatro emociona público e artistas

Os Ciclomáticos

Peça: Sobre Mentiras e Segredos - Atuação: Os Ciclomáticos

“Num tempo em que tudo é fragmentado, o mundo precisa de magia. Esse é o tempo do teatro”. Com essas palavras o fundador do Grupo Divulgação, José Luiz Ribeiro, agradeceu a homenagem recebida durante o 3° Festival Nacional de Teatro, que se encerrou nesse domingo em Juiz de Fora. Durante toda a semana, a cidade foi palco de espetáculos variados que encantaram crianças e adultos.

A terceira edição do festival surpreendeu organizadores, público e platéia. Com o recorde de 84 espetáculos inscritos, a mostra competitiva selecionou 12 peças de companhias teatrais do país. Os melhores trabalhos foram premiados durante a cerimônia de encerramento, realizada no Cine-Theatro Central. As peças “A Incrível Viagem da Família Aço” (Infantil) e “Cidade das Donzelas” (Adulto) foram as grandes campeãs.

O evento também trouxe mesas-redondas, oficinas e mostras de artistas que não estavam na disputa. Duas inovações foram implantadas: a homenagem às pessoas que contribuíram para o cenário cultural de Juiz de Fora e o “Prêmio Revelação”, que destaca o trabalho do artista ou companhia que tem um desempenho inovador.

José Luiz Ribeiro recebe homenagem do Grupo Divulgação

José Luiz Ribeiro recebe homenagem do Grupo Divulgação

Na lista dos homenageados estavam nomes como Natálio Luz, Mário Manzolino de Moraes, José Luiz Ribeiro e Maria Lúcia Campanha da Rocha Ribeiro. Emocionados, eles discursaram sobre a importância de fazer e estudar o teatro. “Mede-se a cultura de um povo pelo seu teatro”, disse Maria Lúcia citando Garcia Lorca.

Ao final da cerimônia, o superintendente da Funalfa, Antônio Carlos Siqueira Dutra, falou da importância de se promover a interação entre as pessoas que gostam e trabalham com teatro. Na ocasião, ele convocou a classe artística da cidade contra o fechamento do Cine arte Pálace: “não podemos perder esse espaço cultural, vamos nos mobilizar”, enfatizou. Já o prefeito José Eduardo Araújo disse que tem o objetivo de terminar as obras do teatro Paschoal Carlos Magno. “Não se trata de uma promessa. É um fato que estamos perseguindo e queremos concretizar até o final do ano”, falou.

De acordo com a assessoria da Funalfa, organizadora do evento, o Festival Nacional de Teatro é hoje a maior mostra cênica da região. A Fundação tem o intuito de fixá-lo no calendário cultural da cidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s