Internet: Do acesso discado à conexão em tomadas elétricas

Guilherme Veroneze – 03/11/2008

São várias as formas de acessar a internet hoje em dia. Você neste momento, está conectado à rede mundial de acesso discado ou por banda larga através de cabos? Se você pensa que as opções param por aí, se engana. A internet pode ser acessada através de rádio, acesso dedicado, sem fio, (Wi-Fi) por satélite ou através da tecnologia 3G por computadores móveis ou por telefones celulares. Segundo o Ibope/NetRatings, são 41,5 milhões de internautas no Brasil acessam de casa, do trabalho ou de pontos como lan houses e cyber cafés.

Vinicius usa banda larga em casa e no trabalho

Vinicius usa banda larga em casa e no trabalho

 

O estudante de artes na Ufjf, Vinicius Steinbach, 21 anos, conecta-se por banda larga via cabo em casa e  trabalho. “ Com ela tenho possibilidade de baixar arquivos mais pesados como vídeos, além de ser bem mais rápida do que internet discada” comenta o estudante a respeito das vantagens da banda larga. E no Brasil a tendência é o acesso discadado ficar para trás. Este ano o país ultrapassou 10 milhões de acessos por banda larga residenciais.

 

 Fora de casa

Moden de conexão 3G

Moden de conexão 3G

 A internet movel, através de conexões sem fio (Wi-Fi) tem tomado espaços públicos como praças, aeroportos, bibliotecas e lanchonetes. Em relação ao ano passado, o acesso por esse tipo de conexão passou de 233 mil para 1,31 milhão. Outra conexão móvel é a terceira geração, a 3G, que é oferecida 

 Tomadas ou modens?

Uma novidade é a internet via energia elétrica. A Power Line Communication (PLC), é uma tecnologia que já é realidade em alguns países europeus é mais uma opção de conectividade em banda larga. No Brasil ela já está sendo testada por empresas de energia elétrica como a Cemig. Segundo informações da assessoria de comunicação da Cemig, o canal de acesso usado no projeto piloto em Belo Horizonte tem uma velocidade de 2 Mbps, o que corresponde a uma velocidade quase 50 vezes maior que o acesso via rede telefônica. Uma tomada de energia elétrica seria, também um ponto de transmissão de dados.

A Cemig ainda não tem previsão de quando comercializar a PLC. Vinicius Steinbech, diz estar ansioso por essa novidade “Acho que todos os modos de avanço são validas, mas tem que se levar em conta o impacto ambiental”, pondera Vinicius. 

3 Respostas para “Internet: Do acesso discado à conexão em tomadas elétricas

  1. Adenildo Mendes da Silva

    Gostaria que essa tecnologia venha trazer vantagens para todos. Divulguem isso.

  2. Sérgio

    Bom gente, isso é a mais pura evolução da banda larga, vai mudar a vida de nos internautas de internet ” precária ” aguardo anciosamente essa evolução em Minas Gerais principalmente na minha Região, Zona Da Mata
    queria ter uma noção tbm do preço desse serviço…
    seria interessante pois se chegasse a banda larga nas demais regios e o preço nao fosse acessivel nao iria mudar muita coisa…
    comentem akii gente
    Sérgio Eduardo Brant Ypiranga Cassani xD
    Atééé +

  3. Vladimir Munró

    Senhores.
    Seria muita redundância dizer que Juiz de Fora-MG, está parada no tempo?
    Uma cidade com 470mil habitantes não tem capacidade de absorver a instação de tecnologia 3G.
    Isto é uma vergonha para as autoridades desta cidade, a cúpula dos vereantes não move um dedo para solucionar um problema criado por membros da própria casa, o legislativo municipal de Juiz de Fora simplesmente não existe, é lamentável.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s