Teatro Paschoal Carlos Magno: um projeto para sair do papel

Ana Carolina de Melo – 15/04/2009

Comunidade artística de Juiz de Fora tem se mobilzado pela valorização teatral

Um palco para divulgação de produções teatrais de artistas juizforanos. Esse objetivo motivou a idealização do projeto Teatro Paschoal Carlos Magno, no início da década de 1980, em Juiz de Fora. Contudo, a proposta para valorização da cultura local acabou sendo abandonada. A obra do teatro, localizado na Rua Gilberto de Alencar, nunca avançou da fase estrutural.

Diante dessa realidade, a Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (FUNALFA) firmou, em março desse ano, uma parceria com a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). O intuito é levantar sugestões para a finalização da obra. Para tal, os alunos do 7° período vão desenvolver, ao longo do semestre, inúmeras alternativas e propostas estéticas. A previsão é que sejam desenvolvidos seis projetos, viáveis em âmbito técnico e artístico, até o final de junho.

A obra do teatro, atrás da Igreja de São Sebastião

A obra do Teatro, atrás da Igreja São Sebastião

De acordo com o superintendente da Funalfa, Toninho Dutra, os trabalhos não serão necessariamente executados, mas existe um esforço efetivo por parte da Fundação e da comunidade artística pela concretização da reforma. Segundo ele, foi pensando nisso que as bases exigidas dos projetos foram economia, equipamentos adequados e conforto para o público.

Segundo o estudante de Arquitetura envolvido com o “Paschoal Carlos Magno”, Bruno Antunes de Oliveira, o desenvolvimento de um projeto artístico no 7° período do curso da UFJF já faz parte do cronograma da faculdade, mas essa é a primeira vez que uma turma se envolve com a projeção de um teatro.

Para o professor de Projeto de Arquitetura e Urbanismo 7, que tem desenvolvido a iniciativa no âmbito da UFJF, Gustavo Abdalla, todos ganharam com a parceria: “A possibilidade de participação crítica em questões da sociedade motivou os alunos”.

O resultado do trabalho dos estudantes poderá ser acompanhado pelo público no Centro Cultural Bernardo Mascarenhas (CCBN). Uma mostra, com esse propósito, está prevista para o final de julho.

Campanha pela finalização do Teatro Paschoal Carlos Magno

Campanha pela finalização do Teatro Paschoal Carlos Magno

Anúncios

Uma resposta para “Teatro Paschoal Carlos Magno: um projeto para sair do papel

  1. henriquevale

    Legal a matéria! Tomara que alguém resolva bancar o projeto. Nos últimos anos a única arte que o Paschoal Carlos Magno vê são os graffiti´s do seu muro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s