Entenda as mudanças da caderneta de poupança

Wagner Emerich – 3/06/09

A modificação na cobrança de impostos nas cadernetas de poupança, anunciada pelo Governo Federal no mês passado, ainda gera muitas dúvidas na população. Impulsionada pela crise financeira mundial, a mudança surgiu como uma forma de evitar que os grandes investidores, que antes aplicavam no mercado de ações, passem agora a investir seu dinheiro nas poupanças. Isso garantiria um rendimento estável, evitando a perigosa montanha-russa em que andam as bolsas de valores.

Pequenos investidores não precisam se preocupar

Pequenos investidores não precisam se preocupar

O Governo garante que essa mudança não vai prejudicar os brasileiros comuns que mantêm uma poupança, mas sim os grandes investidores. O imposto de renda só vai incidir nas poupanças com mais de 50 mil reais. Números oficiais mostram que 99% das poupanças não serão afetadas pela mudança, porque a grande maioria delas são de aplicações entre 100 e 50 mil reais.

É o caso da administradora Raquel de Souza, de 28 anos, que tem uma poupança de 15 mil reias. “Eu fiquei preocupada com essa mudança, mas percebi que não serei afetada. Então vou manter o dinheiro lá”. Para quem tem 70 mil reais na poupança, por exemplo, pagará imposto sobre o rendimento dos 20 mil – os outros 50 mil estão isentos. Uma solução para quem tem pouco mais de 50 mil reais poupados será dividir esse valor em duas ou mais cadernetas, e assim escapar do imposto. Algo que será complicado para os grandes investidores, que são o alvo da medida.

Por enquanto, mesmo os poupadores que têm mais de 50 mil na conta não precisam se preocupar, já que a cobrança de imposto sobre os valores só vai entrar em vigor a partir do ano que vem.

Anúncios

2 Respostas para “Entenda as mudanças da caderneta de poupança

  1. Pingback: Destaques da Edição 03/06 a 09/06/2009 « Juiz de Fora Online

  2. Radmila Ferreira

    A seguinte foto retrata bem essa questão financeira,e eu pessoalmente acho interessante essa hipótese,que é para ser anunciada ao público, para que se possa tirar dúvidas sobre o caso,porém ,textos como esse que são fáceis de ser lidos devem ser mais propagados e não são.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s