Mata do Krambeck tem preservação garantida

Por Débora Nobre – 29/04/09

Área de Proteção Ambiental quase foi destruída para construçao de grande condomínio

Vista aérea da Mata do Krambeck, proxima à Rodoviária

Vista aérea da Mata do Krambeck, proxima à Rodoviária

A Mata do Krambeck é a maior área de preservação ambiental de Mata Atlântica no espaço urbano de Juiz de Fora, constituída até a década de 1990 por três fazendas. Em 1991, o Sítio Malícia foi retirado da APA, começo de uma longa história.

Em 2004, um grupo de empresários projetou o Condomínio Biológico Parque Brasil, que seria construído justamente no espaço do Sítio Malícia. O maior problema é que essa grande área de fauna e flora preservadas não tem limite físico, ou seja, os animais e as plantas nativas desconhecem o espaço que devem ocupar. Mesmo assim, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais (IBAMA), deu parecer positivo para a construção, alegando que retiraria os animais que porventura entrassem no espaço do condomínio. Foi quando a luta dos setores preocupados com a preservação da natureza aumentou.

As ONG´s PREA e AMAJF começaram um trabalho de conscientização dos cidadãos sobre quanto aos malefícios do novo empreendimento. As casas estavam projetadas para serem construídas ao redor de duas represas naturais que existem na área. Segundo o presidente da AMAJF, Theodoro Guerra, esse projeto era muito impactante para a natureza. “Não havia qualquer preocupação ecológica por parte dos empresários”, conta Theodoro.

O problema para as ONG´s piorou quando o CONDEMA autorizou a obra. “Foram 9 votos a favor, contra apenas 1 contra”, afirma Theodoro. Mas isso aconteceu após 4 anos de andamento do processo, e os empresários acabaram percebendo que o empreendimento não era bem visto pela sociedade juizforana. “Depois de tanto protesto conseguimos mostrar à população que não aquilo não era um bom negócio”, afirma Theodoro. Ele acredita que isso fez com que os empreendedores do projeto desistissem da sua construção.

Para ajudar a luta ambiental, o governo estadual, através da Fundação Estadual do Meio Ambiente, FEAN, embargou o processo. No lugar dele, foi proposta uma parceria com a Universidade Federal de Juiz de Fora para a implantação de uma Jardim Botânico no espaço. Segundo a Diretoria de Comunicação da UFJF, esse projeto está em andamento, mas nenhum dos responsáveis está autorizado a prestar declarações.

Anúncios

Uma resposta para “Mata do Krambeck tem preservação garantida

  1. monica

    Me admira muito ouvir o IBAMA dizer “retiraremos os animais que porventura invadirem a área do condominio”.Como se fosse só um casode dizer “xô bichinho…vai para lápara o seu lado da fronteira…”

    Vamos torcer para que o projeto do jardim saia logo.quem sabe assim a nossa cidade também saia das eternas e frustrantes promessas de que temos potencial turístico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s