As necessidades profissionais do comunicador no processo de produção online

Davi Ferreira 01-04-2009


O espaço online de notícias trás novas exigências ao profissional de comunicação. Além da capacitação humana, novos conhecimentos são necessários para o webjornalismo. Não é só a boa pauta, a apuração e o bom texto que completam o comunicador. O conhecimento da interface deixou de ser um campo restrito da Ciências da Computação e passou a integrar a grade curricular de um bom profissional.

A manipulação da interface é uma questão de intercessão entre ciências exatas e humanas. Ao mesmo tempo que é necessário o conhecimento técnico para aplicação de comandos, links, tags, comportamentos… Se faz igualmente necessário o lado humano na redação do texto, na contextualização da matéria, na diagramação, no planejamento gráfico, na seleção de fotos e etc.

A principio você pode pensar que isso é suprimido por uma equipe. Que tudo vai estar dividido entre tarefas específicas. Mas acredite, esses tarefas estão cada vez mais convergentes ao profissional de comunicação, ou jornalista se preferir assim.

Hoje em dia qualquer estudante de comunicação ou jornalista que queira seguir na web precisa de, além de um bom potencial humano, uma base técnica da web. Esse conhecimento não precisa ser tão profundo quanto o de um profissional de Ciências da Computação. Limita-se ao domínio da interface. Você pode notar essa exigência nos anúncios de estágio relacionados a Web de sua faculdade, e até mesmo nos estágios de assessoria de imprensa. Todas as empresas, sem exceção, exigem conhecimento básico de Dreanwever (que para você operar bem é necessário pelo menos noções de HTML) e dos programas de editoração gráfica tradicionais como o Photoshop, Corel Draw, Fireworks. Mas se você quer se destacar sugiro também o Flash, o Adobe Premieire e o Sound Forge, pois são importantes para a edição, compressão e adição de comportamentos em vídeo e áudio.

Essas novas exigências do mercado, decorrentes do avanço tecnológico e do desejo de enxugar o orçamento com pessoal de equipe, trouxeram um braço técnico à comunicação. Isso não suprime a necessidade da base humana do profissional. Mas trás novas exigências, pois nosso potencial humano torna-se dependente da interface técnica. Assim as instituições de ensino devem levar isso em consideração. Os produtores de conhecimento mais tradicionais, da era pré-internet, devem ficar atentos às mudanças que a nova mídia trouxe e deixar o saudosismo teórico de lado.

Precisamos saber quais fronteiras de conhecimento das Ciências da Computação são necessárias ao novo profissional de comunicação e trazê-las ao nosso campo. Isso é uma atividade interdisciplinar que vai valorizar o comunicador no que diz respeito a produção na Web. Os conhecimentos de programação mais específicos deixamos à aqueles profissionais de exatas. Precisamos somente de uma parte mínima do universo do conhecimento deles: conhecer as ferramentas que usaremos para divulgar, colocar no ar, mudar a arte gráfica, fazer a diagramação, enfim, conhecer as ferramentas para comunicar pela web. Cabe aos produtores de conhecimento delimitar esse novo universo da “informática da comunicação”.

Uma resposta para “As necessidades profissionais do comunicador no processo de produção online

  1. Pingback: Destaques da Edição 01/04 a 07/04/2009 « Juiz de Fora Online

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s